Espanha pede adesão à comunidade lusófona (CPLP) como observador associado

Declarações de Georgina Benrós de Mello, diretora geral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa

Segundo declarações da directora-geral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Georgina Benrós de Mello, Espanha -através da sua embaixada em Lisboa- “pediu para ser um Estado observador associado na nossa comunidade de países”.

Duas entidades galegas já são observadoras consultivas da CPLP: a Academia Galega da Língua Portuguesa e o Consello da Cultura Galega, esta última estatutariamente associada com a Comunidade Autónoma da Galiza. Georgina Benrós de Mello, que participou de uma conferência em Santiago de Compostela, atribuiu o trabalho dessas associações galegas às razões para “esse interesse da Espanha”.

Os Estados membros da CPLP, criada em 1996, são: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe. Timor Leste e Guiné Equatorial juntaram-se subsequentemente. O estatuto de “observador associado” tem uma categoria inferior ao “Estado-membro”.

A próxima reunião dos chefes de Estado da CPLP será em julho de 2020 em Angola. Há cerca de 250 milhões lusófonos no mundo.

Pablo González Velasco

Entradas recientes

Leituras de artigos do EL TRAPÉZIO para Agosto

https://eltrapezio.eu/es/opinion/lorem-ipsum-has-been-the-industrys-standard_1283.html   https://eltrapezio.eu/es/opinion/singularidad-y-diversidad-iberica_1510.html   https://eltrapezio.eu/pt-pt/opiniao/desconhecimento_1517.html   https://eltrapezio.eu/es/opinion/el-origen-sevillano-del-azulejo-luso_2410.html

4 horas hace

Embaixador de Portugal afirma que Espanha vai aderir como observador na próxima Cimeira da CPLP

A Xunta da Galiza serviu de ponte para esta participação na Comunidade de Países de…

5 horas hace

O comboio não apita mais

Agora já em período de férias e com as malas feitas para sair de casa,…

5 horas hace

Oitava edição do programa semanal “Conexão Ibérica”

Subscreva-se no canal do YouTube do EL TRAPEZIO!

19 horas hace

Classificadas as obras de coleção Miró como bens de interesse público

Esta proposta da coleção ao Governo foi feita pela Direção-Geral do Património Cultural

19 horas hace

Mina espanhola pode colocar em risco o Alqueva

Projecto que vai nascer na Estremadura está a ser contestado

19 horas hace