Aumentaram o número de passageiros entre Portugal e Espanha desde a pandemia

A TAP e a Rynair são as companhias que mais transportam entre os aeroportos ibéricos

Comparte el artículo:

Em Julho, os voos entre Portugal e Espanha tiveram mais 22,5% de passageiros que no período pré-pandemia. Isto muito se deve ao fluxo turístico que cada vez é maior. Até Junho, os aeroportos nacionais movimentaram 31 milhões de passageiros. No total, entre os dois países viajaram 708,4 mil passageiros. Em relação a estes dados, a TAP é a companhia que lidera já que 24,5% dos passageiros escolheram a companhia portuguesa para fazer esta viagem. Houve uma queda de 9,4% da TAP se olharmos para o fluxo de Julho de 2019.

Olhando para o outro lado do Atlântico, para a Caracas, a companhia aérea portuguesa pretende voltar a fazer escala na Madeira na ligação que tem entre a capital da Venezuela e Lisboa. Nos Estados Unidos, a TAP foi eleita como a “Companhia Aérea Preferida na Europa”. Mesmo assim, a TAP continua a perder quota nos aeroportos portugueses. Em todas as praças a quota de mercado recuou para os 44%. As “low cost” não são as únicas responsáveis por esta queda.

Em segundo lugar temos a Ryanair, com 149,2 mil passageiros transportados entre Portugal e Espanha. Depois de Ryanair e TAP, as maiores companhias quando falamos no transporte de passageiros foram a Vueling e a Iberia. Ambas perderam passageiros quando olhamos para os números feitos antes da pandemia de Covid-19, período dourado para o turismo no mercado ibérico. Depois da Air Europa, a EasyJet foi a segunda companhia (após a Rynair) que mais ganhou mercado nos últimos quatro anos.

Noticias Relacionadas

Iberia en datos

Los principales indicadores sobre la realidad de la península ibérica e islas son fundamentales para entender, analizar y valorar las posibilidades de las relaciones entre