Governos de Portugal e de Espanha apostam em projetos de poupança energética

Desligar luzes de Natal ou reduzir as temperaturas dos aquecimentos são algumas das medidas propostas

Comparte el artículo:

Depois de Espanha, foi a vez de Portugal apresentar o seu plano de poupança energética. Já publicado em Diário da República, as medidas apresentadas pelo governo pretendem um conjunto de medidas para ajudarem na poupança energética. O plano de poupança inclui medidas para a energia e a eficiência hídrica. Destas destaca-se a restrição de energia nos espaços comerciais ou da administração pública. Com este plano, o executivo pretende diminuir em 34% a energia consumida no país.

Uma das medidas sugeridas para o comércio, e já pensando no Natal, pretende-se que as iluminações das montras devem ser ligadas às 18 horas e desligadas à meia-noite. Visitar as iluminações de Natal, sejam as públicas ou as das montras, é uma das atividades favoritas dos portugueses quando se aproxima o período das festas. Esta recomendação, que também é feita às autarquias, vai vigorar entre 6 de dezembro a 6 de janeiro de 2023.

Volta-se a apelar a adoção do teletrabalho, sempre que o regime for viável e se for comprovado a poupança energética pretendida. Em relação aos edifícios públicos, como é o caso dos ministérios, as luzes decorativas no interior deverão ser fechadas a partir das 22 horas, já as do exterior podem ficar ligadas até à meia-noite por questões de segurança. Em relação a rega, esta deve acontecer a partir das 17 horas para que o mínimo de água possível evapore. As piscinas também não devem ter a água aquecida a temperatura que atualmente está.

As águas pluviais deverão ser aproveitadas não só para as regas, como para as lavagens. A lavagem de veículos do Estado deve ser reduzida. O governo também aconselhou, tanto a administração pública como os privados, a plantarem plantas que sejam próprias ao clima e a terra e que não necessitem de uma rega constante. Em relação ao cidadão comum não existem medidas explícitas, mas pede-se que se reduza o tempo dos banhos e que os aquecimentos não ultrapassem os 25 graus.

Governo espanhol pretende desligar luzes e baixar temperaturas do ar condicionado

O plano apresentado pelo governo espanhol para poupar energia passa por limitar a temperatura do ar condicionado em ambientes fechados durante o inverno. Para garantir a eficiência energética, os bares e as lojas terão de manter as suas portas fechadas. Medida que não é do agrado dos comerciantes pois estes defendem que as portas fechadas afastam os potenciais clientes.

Tal como em Portugal, os edifícios públicos terão de desligar as luzes e as montras das lojas devem ficar às escuras à noite. Com este plano de poupança energética, o governo espanhol pretende reduzir os seus consumos em 7%. A redução dos consumos é um dos grandes objetivos europeus para este inverno.

Noticias Relacionadas

Símbolos da JMJ em Sesimbra

Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude, que vai acontecer no próximo ano no país, estiveram presentes na Paróquia do Castelo de Sesimbra. A presença