Infanta Margarita de Borbón dá o seu nome a um dos arruamentos de Estoril

Placa de homenagem também pode ser lida em braille já que a irmã de Juan Carlos é cega de nascença

Comparte el artículo:

Inauguração do Passeio Dona Margarita de Borbón

A Infanta Margarita de Borbón foi homenageada com o desterramento de uma placa com o seu nome num dos arruamentos do Estoril. Esta placa também pode ser lida em braille, mais um gesto de inclusão e homenagem já que a infanta de 83 anos é cega de nascença.

Na volta a Portugal, a irmã do rei emérito agradeceu este gesto da localidade que recebeu toda a sua família durante o exílio. Foi na Vila Giralda que passou a infância ao lado dos pais e dos irmãos Juan, Pilar e Alfonso. É a filha mais nova do príncipe João e de sua esposa, Maria das Mercedes de Bourbon-Duas Sicílias.

«Cheguei cá quando tinha sete anos, em meados do século passado. Nunca deixei de vir a Portugal e sempre que estou cá venho ao meu cantinho, de que tanto gosto», disse a infanta sobre a homenagem feita pelo seu país do coração. Mesmo com a saúde debilitada, todos os verões é vista na localidade onde passeia pelas praias ou come um gelado. Este foi um momento muito emocionante para a irmã de Juan Carlos que esteve acompanhada pela família mais próxima.

Margarita de Borbón chegou ao Estoril ainda em criança e casou-se na Igreja de Santo António. O copo de água foi no Hotel Palácio, o mesmo espaço onde aconteceu um pequeno convívio após a apresentação da placa. Carlos Carreiras, o presidente da Câmara Municipal de Cascais (o concelho mais espanhol de Portugal), no discurso que fez considerou-a uma cascalense e afirmou que a «infanta está casada com Cascais desde sempre e para sempre».

Noticias Relacionadas

Leonor en Portugal

“Me siento muy honrada después de recibir la Gran Cruz de la Orden de Cristo y de manos de Su Excelencia el Presidente de la