Lisboa vai receber a Casa do Brasil para a promoção da cultura e da economia

Anúncio do Governo brasileiro foi feito durante a concorrida semana da Web Summit em Lisboa

Comparte el artículo:

O Governo brasileiro vai criar em Lisboa a futura Casa do Brasil para a economia e a cultura. O anúncio foi feito tanto pelo presidente da Apex (Agência para o Comércio Externo do Brasil) como do embaixador brasileiro em Portugal, Raimundo Carreiro Silva, numa iniciativa que faz parte da programação da Web Summit, que agora começa. Os fundadores da futura Casa do Brasil considera um evento da dimensão da Web Summit como fundamental para criar redes, os verdadeiros agentes da integração acabam por ser os empreendedores.

O embaixador avançou que o governo português já avançou com várias possibilidades de imóveis para receber este novo espaço. Este espaço, que terá representações da Fiocruz e da Embratur, será dedicado à promoção da cultura e da economia do Brasil. Onde existem milhões de empreendedores que podem usufruir, futuramente, destes serviços. A inovação e a sustentabilidade são dois valores que vieram para ficar no mundo dos negócios.

Esta casa também vai receber micro, pequenas e médias empresas, para além de incubadoras de startups e uma área pronta a receber exposições culturais. “Portugal tem tudo para ser a porta de entrada para as empresas brasileiras que desejem vir para a Europa”, sublinhou o diplomata Raimundo Carreiro.

Noticias Relacionadas

Iberia en datos

Los principales indicadores sobre la realidad de la península ibérica e islas son fundamentales para entender, analizar y valorar las posibilidades de las relaciones entre