Portugal baixa portagens nas ligações com o sul de Espanha

Medida vai entrar em funcionamento em Julho e abrange toda a auto-estrada do Algarve

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A partir do dia 1 de Julho, toda a auto-estrada do Algarve vai ter uma baixa nas portagens («peajes» em espanhol) de metade do preço, podendo chegar a 75% no caso dos carros eléctricos. Esta medida, que engloba a passagem fronteiriça entre Ayamonte e Castro Marim, será aplicada não só a A22-Algarve (também conhecida como Via do Infante). A A23 – IP, A23 – Beira Interior, A24 – Norte Interior, A25 – Beiras Litoral e Alta, A28 – Norte Litoral, Grande Porto (A41, A42) e as concessões da Costa da Prata também vão ser alvo desta redução no custo das portagens.

Sobre esta redução, a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, defendeu a mesma mas esta deve ser aplicada de uma forma «paulatina» pois os custos associados são bastante altos.

Esta decisão aprovada pela Assembleia da República vem depois de anos de protestos de grupos sociais que diziam que as portagens na Via do Infante eram uma forma de discriminação para com os residentes. O governo português estima que esta redução vai ter um impacto anual de 160 milhões de euros. Esta não é a primeira redução, já que desde Janeiro os preços baixaram segundo a classe do veículo e o período da passagem, e até ao momento a mesma teve um impacto para as Infra-estructuras de Portugal (IP) de 2,6 milhões de euros.

Conclusão das obras na Ponte Internacional do Guadiana

Terminaram as obras de requalificação da Ponte Internacional do Guadiana, a principal ligação fronteiriça que liga, no Algarve, Portugal a Espanha. Estas obras foram iniciadas em 2017, tiveram um custo de mais de 9 milhões de euros (divididos entre os dois países) e «veio assegurar melhores condições de circulação aos milhares de automobilistas que diariamente cruzam a fronteira».

Noticias Relacionadas

Deja un comentario