Portugal foi o grande vencedor do Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio Ovibeja

Espanha e a Argentina também foram distinguidos no maior concurso de azeites realizado em Portugal

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

O 11.º Concurso Internacional de Azeites Virgem Extra – Prémio Ovibeja, que contou com a presença de 100 amostras de 11 países diferentes, terminou com Portugal como o mais galardoado. Os azeites portugueses conquistaram 10 dos 25 prémios atribuídos. Os restantes foram entregues a Espanha (sete), Itália e Argentina (dois cada um), e Alemanha, Israel e Croácia (cada um com um).

Os azeites ibéricos foram os grandes vencedores deste concurso que habitualmente só premiava as produções luso-espanholas. A secretária-geral da Casa do Azeite, Mariana Matos, destacou em declarações a agência Lusa que «este ano há uma grande variabilidade» já que existiram oito países distinguidos, o que é um bom sinal para a organização do certame.

Os Azeites de Portugal ganharam todos os seis galardões na categoria de frutado maduro e dois primeiros prémios e uma menção honrosa na categoria de verde ligeiro. Também receberam uma menção honrosa na categoria de frutado verde médio. Já azeites de Espanha arrecadaram cinco dos seis lugares premiados na categoria de frutado verde intenso e um 3.º prémio (mais uma menção honrosa) na categoria de frutado verde médio. Dois azeites da Argentina conquistaram os dois primeiros prémios atribuídos na categoria para os países do hemisfério sul.

Os melhores azeites vão receber as suas distinções no dia 23 deste mês, durante a 38.ª edição da feira agro-pecuária Ovibeja. A grande feira portuguesa vai acontecer entre os dias 21 e 25 em Beja. O concurso de Azeites Virgem Extra – Prémio Ovibeja foi considerado o melhor do mundo no ranking do World’s Best Olive Oils.

Noticias Relacionadas