Con el patrocinio de:

A Redexis e a Cepsa vão montar paneis fotovoltaicos pela Península Ibérica

A Cepsa distingue cinco projetos portugueses de apoio social na 17.º edição dos Prémios ao Valor Social

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

A Cepsa e a Redexis, empresa de infraestruturas, vão aliar-se para instalar painéis solares em Portugal e Espanha. Estes serão colocados em todos os postos que a gasolineira tem espalhados pela Península Ibérica. A energia captada durante o dia e não usada será usada pela habitual rede de distribuição de eletricidade.

Atualmente já existem 75 painéis instalados e espera-se que até ao fim deste ano cheguem aos 200. O que equivale a uma capacidade energética de 9.000 kWp. O objetivo é que o consumo da rede de postos da empresa seja 100% renovável. Em território Ibérico a Cepsa conta com mais de 1.880 postos.

No comunicado que dá conta desta nova parceria, a Cepsa garantiu que «está a trabalhar num plano profundo para operar uma mudança verde em todos os seus negócios e tornar-se uma referência na transição energética». A importância das energias renováveis também é sublinhada pela Redexis. A empresa, que ficará responsável pela instalação e manutenção dos painéis, tem 50 projetos solares em Espanha.

Os 40 mil painéis, segundo um comunicado emitido, deverão estar totalmente instalados até 2023. Segundo a nota divulgada, estes painéis fotovoltaicos serão de alta tecnologia e terão capacidade para produzir mais de 32.800 MWh por ano, o equivalente ao consumo anual de energia de 11.000 habitações. Estas instalações vão evitar «a emissão anual de 11.500 toneladas de CO2, o que equivale ao plantio de 6.000 árvores», de acordo com a Cepsa.

Projetos solidários portugueses são premiados pela Fundación Cepsa

A 17.º edição dos Prémios ao Valor Social da Fundación Cepsa distinguiu cinco projetos de ação solidária baseados em Portugal. Estas iniciativas vão dividir, entre si, o prémio de mais de 64 mil euros. Os vencedores foram os seguintes projetos: AZIMUTE, CADin Setúbal, EntreGerações, Escola Joyeux e o NEAR – NEwly ARrived in a common home.

Noticias Relacionadas