Con el patrocinio de:

Iberdrola vai criar em Portugal a maior central solar da Europa

Central “Fernando Pessoa” vai ficar perto de Sines e vai produzir energia para 430 mil residências

Comparte el artículo:

A Iberdrola e a Prosolia vão investir 800 milhões de euros numa central solar baseada em Portugal. Este projeto, anteriormente apelidado de Sunshining, demorou cinco anos a ter o licenciamento tão pretendido. Depois de terem obtido luz verde, a espanhola Iberdrola e a luso-espanhola Prosolia anunciaram, em comunicado, que a central que pretende construir vai ter uma capacidade de 1,2 GW e vai ser instalada no concelho de Santiago de Cacém, perto de Sines.

Juntas, as duas empresas vão investir 850 milhões em energia solar. A mega central, que será a quinta maior do mundo, terá de seu nome Fernando Pessoa. Segundo o presidente da Iberdrola, Ignacio Galán, «a instalação solar Fernando Pessoa constitui um novo marco na Europa ao combinar as ambições de energia limpa com a geração de impactos ambientais e sociais positivos e tangíveis. Temos de reduzir a nossa exposição aos combustíveis fósseis. Orgulhamo-nos de continuar a apostar na construção de novas infraestruturas de energia limpa em Portugal».

A central, que entrará em funcionamento em 2025, vai produzir energia para 430 mil residências. Isto equivale a duas vezes a cidade do Porto. Também vai evitar o consumo de 370 milhões de metros cúbicos de gás por ano, volume necessário para produzir a mesma quantidade de energia. Os 700 mil painéis solares fotovoltaicos que vão ser colocados vão gerar até 2.500 empregos, a maioria desempenhados por trabalhadores locais.

O projeto vai incluir um parque de baterias com cerca de 258 MW de armazenamento de energia. Serão um total de mais de 2,1 milhões de módulos fotovoltaicos que vão ficar instalados numa área vedada de 1262 hectares. Este local anteriormente foi um gigantesco pinhal. Parte deste eucaliptal deverá ser mantido por um período mínimo de 15 anos. Esta central solar será a maior da Europa.

Nos próximos anos, a Iberdrola prevê investir mais três mil milhões de euros em energia eólica e solar em Portugal.

Noticias Relacionadas

A hora da Liberdade

Agora que estamos a poucas horas (mais precisamente sete) do dia em que comemoramos os cinquenta anos da Revolução dos Cravos está na altura de