Espanhol Português

A Iberdrola continua a sua aposta na produção de energia solar, indo ao encontro das metas portuguesas e europeias de descarbonização.

Este processo de transição energética faz parte da vida da empresa há mais de 20 anos e para o alcançar já foram gastos 100.000 milhões de euros. Estes foram gastos em energias renováveis, redes elétricas inteligentes e sistemas de armazenamento de grande escala.

Em Portugal, através da oferta «Smart Solar», a companhia produz energia 100% verde para todos os consumidores residênciais. Dos 1.519 MW produzidos, 1.158 MW serão de tecnologia hidroeléctrica, 255 MW de fotovoltaica, 14 MW de armazenamento em forma de bateria e 92 MW de energia eólica já em operação.

Singulares e donos de prédios podem candidatar-se a incentivos à instalação de painéis solares, que conta com uma subvenção até 2.500€. Para tal basta submeter a candidatura a este programa, que é operacionalizado pelo Fundo Ambiental, e que vai apoiar medidas e intervenções que promovam a reabilitação, a descarbonização, a eficiência energética, a eficiência hídrica e a economia circular em edifícios residenciais ou não.

Aposta Solar

No leilão promovido pelo Ministério do Ambiente e Transição Energética português, a Iberdrola conseguiu um projecto híbrido fotovoltaico no Algarve e que vai alcançar os 83 megawatts de capacidade instalada fotovoltaica (MW).

Este ponto de conexão junta-se a um outro, conseguido no leilão de 2019, localizado nas regiões do Algarve e Vale do Tejo e que ainda estão em desenvolvimento.

Para permitir uma mudança mais rápida, a nível económico e ambiental, na realidade pós-COVID, a Iberdrola tem estado a acelerar todos os seus investimentos para contribuir para uma criação de empregos.