Espanhol Português

“Portugal gosta cada vez mais dos espanhóis e isso tem sido evidente na presença das actividades previstas no âmbito da Cultura Portugal”, este é a opinião da Embaixada portuguesa de Madrid no final da 17ª edição da mostra cultural.

Esta é a última edição liderada pelo embaixador Francisco Ribeiro de Menezes, ex-chefe de gabinete de Pedro Passos Coelho, e ex-integrante da banda “Sétima Legião”. Haverá uma troca de embaixadores portugueses destinados a Alemanha e Espanha. Em 2020, deixando Berlim, e a caminho de Madrid, assumirá o cargo de embaixador de Portugal em Espanha. João Mira Gomes foi secretário de Estado da Defesa no XVII Governo (primeiro executivo liderado por José Sócrates) e foi também representante permanente de Portugal na NATO. Então tem um perfil mais progressista do que o anterior.

Dois meses e meio que serviram para fortalecer a cultura portuguesa em Espanha e isso se reflete em todos os cidadãos que participaram das diferentes propostas distribuídas nas 10 áreas artísticas. Assim, Pedro Berhan da Costa, conselheiro cultural da embaixada e director da Cultura Portugal afirma que existe um interesse crescente pela cultura portuguesa e, sobretudo, pelas tradições que nos diferenciam dos espanhóis.

Paralelamente às actividades que mostram o conhecido e representativo de Portugal, outros de vários tipos também foram acrescentados, tornando a programação desta edição uma sinergia das tendências tradicionais e mais recentes, através de artistas consagrados e outros ainda para descobrir.

Ano após ano, até chegar a esta 17ª edição, as atividades têm aumentado não só em número, mas também na área geográfica, uma vez que, além da capital, também tem sido capaz de desfrutar de atividades em várias cidades da Galiza, Barcelona, Bilbao, Sevilha e Sevilha graças a acordos entre os consulados e a embaixada.

Um público leal que desfruta das actividades de Portugal durante muito tempo e para a qual, nesta ocasião, se juntou ao menor da casa. Pela primeira vez na história da Cultura Portugal realizaram vários ‘workshops’ concebidas para crianças, que também tiveram uma recepção muito boa.

A participação nas atividades, muitas delas gratuitas, também se manifestou nas redes sociais, em particular na página do facebook (culturaportugales), com um total de 2.574 seguidores e mais de 70 posts e concursos que têm promovido interação do público. Desde setembro passado, mais de 40 atividades, enquadradas em 10 disciplinas artísticas, se reuniram na capital em várias instituições culturais.

Um equilíbrio muito positivo também em termos de público, que conseguiu encher auditórios como caixaforum (no caso do concerto da performance conjunta da Orquestra de Jazz de Matosinhos e da cantora Maria João e do Teatro de la Abadía ( “Bella Figura”) com o cartaz de plena capacidade em ambos os casos.

De acordo com a Embaixada de Portugal em Madrid, “tudo isto mostra que a cultura de Portugal está mais viva do que nunca e que partilha a cena com as muitas propostas que compõem a extensa paisagem cultural de Madrid”.