Cimeira internacional de líderes aumenta doações de vacinas a países menos desenvolvidos

Espanha aumenta a sua doação ao fundo Covax e o Brasil é o país da América Latina que mais vai receber

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Numa Cimeira internacional, organizada pelo Governo japonês e que contou com a participação de 40 líderes internacionais da vida política e empresarial, ficou estipulado que a contribuição para o mecanismo Covax, que apoia os países mais pobres com vacinas contra a Covid-19, iria aumentar em mais 2,4 mil milhões de dólares e 54 milhões de doses que tinham em excesso. Espanha doará 15 milhões de doses ao mecanismo de repartição. Estes valores fazem com que a reserva de vacinas da Covax seja de 132 milhões de doses. A distribuição desigual de vacinas é um dos principais problemas da luta contra a Covid.

A União Europeia, que também esteve presente neste encontro, doou 300 milhões de euros que vão permitir comprar vacinas para os países da África sub-Saariana. Com um financiamento de 9,6 mil milhões, o fundo Covax terá fundos para proteger 30% da população adulta em 91 nações com baixos recursos. Da lista de apoio fazem parte 142 nações que vão receber 237 milhões de doses. As entregas de vacinas vão decorrer durante este ano e o início de 2022.

O responsável pela Aliança Global das Vacinas (Gavi), José Manuel Durão Barroso, considerou que o compromisso assumido nesta Cimeira pode lançar o «caminho para o fim da pandemia». António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, reforçou que estes novos fundos serão «uma das melhores armas para acabar com a pandemia». Até ao momento a pandemia de Covid já infectou 170 milhões de pessoas.

Que apoio a Covax dá a América Latina?

Na América Latina, o mecanismo Covax (criado pela OMS e o Gavi) tem no Brasil o país que mais doses de vacinas vão receber, com um total de 9,1 milhões de doses que chegaram durante os primeiros cinco meses do ano de 2021. O segundo país (de um total de 18) que mais sairá beneficiado será o México, com 3,6 mil milhões de doses.

Noticias Relacionadas

Deja un comentario