Portugal junta-se ao Brasil nas comemorações do bicentenário da independência

A OEI e a CPLP vão ser os palcos da comemoração da independência

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

As comemorações do bicentenário da independência brasileira, que vai envolver também Portugal, decorreram junto das embaixadas e das organizações internacionais que contam com a presença dos dois países que vão realizar eventos comuns. As Nações Unidas, a CPLP e a OEI vão também estar envolvidas nestes festejos. Em relação a esta organização, provavelmente as comemorações vão acontecer no dia 5 de Maio, dia da Língua Portuguesa, e serão acompanhadas com um seminário onde se vai discutir sobre este relacionamento.

A CPLP também vai realizar um seminário sobre a importância da língua portuguesa. Também nascerá uma orquestra conjunta com jovens músicos de Portugal e do Brasil (a futura orquestra dos marés) e haverá um concerto com partituras de D. Pedro. Este concerto vai acontecer durante uma missa solene, na lisboeta igreja da Lapa, no dia 12 de Outubro. O Museu Soares dos Reis, em Outubro, vai receber uma exposição sobre a vida e obra do I Imperador do Brasil.

A cidade do Porto, em conjunto com a universidade local, vai receber um colóquio sobre as migrações cruzadas entre Portugal e o Brasil. A Gulbenkian vai ser o palco, em Junho, de um encontro onde os dois países vão se focar no futuro. No Brasil, o Itamaraty lançou uma coleção sobre o bicentenário. A bienal de São Paulo, onde Portugal será o país convidado, também será palco da celebração da independência. O museu do Ipiranga, que fica no local onde Dom Pedro proclamou a independência, foi reabilitado. Poderá também haver um amigável entre as seleções dos dois países.

Portugal e o Brasil preparam uma megaoperação diplomática

Esta megaoperação diplomática, que será organizada por um embaixador de carreira português e dois brasileiros (Francisco Ribeiro Telles, George Prata e Gonçalo Mourão), não servirá apenas para comemorar este fato histórico mas também para mostrar o bom relacionamento entre os dois estados. Os responsáveis pelas comemorações garantem que as iniciativas programadas não vão terminar no fim deste ano.

Para Prata, esta relação «é um exemplo para o mundo» e em especial na América latina onde os países de língua espanhola não tem, por vezes, uma relação tão próxima com a sua ex-metrópole. A importância desta relação também foi reforçada pelo representante português, Francisco Ribeiro Telles. A comemoração conjunta do bicentenário da independência do Brasil vai acontecer em conjunto com o centenário da travessia do Atlântico Sul feita por Gago Coutinho e Sacadura Cabral. O Brasil celebra a sua independência a 7 de Setembro.

Noticias Relacionadas

Aranjuez, um paraíso real e monumental

O Real Sitio e Vila de Aranjuez é um dos lugares reais da monarquia espanhola mais interessantes para visitar na Comunidade de Madrid: reúne monumentos,