Español Português

A Organização de Estados Iberoamericanos (OEI) organiza a 1ª Edição da Conferência Internacional sobre as Línguas Portuguesa e Espanhola (CILPE2019) nos dias 21 e 22 de novembro de 2019 e em cooperação com os países da Ibero-América, entidades da cultura, educação, cooperação e institutos de línguas, para destacar a importância de trabalhar as duas línguas em conjunto nos domínios da educação, da cultura e da ciência numa perspetiva regional e global.

A conferência, que terá lugar em Lisboa, Portugal, centra-se nas políticas das línguas, na internacionalização, na geopolítica das línguas, nos diálogos interculturais: plurilinguismo e pluricentrismo, no desenvolvimento de competências no domínio da educação e da cultura, sociedade e espaço digital e na relação das línguas com a economia. Recientemente foi publicado uma edição da revista de educação da OEI sobre o bilinguismo espanhol-português.

A conferência faz parte das linhas de ação do Programa Ibero-Americano de Difusão da Língua Portuguesa (PIDLP) e visa criar um quadro de cooperação interinstitucional relativo aos modos de utilização, à formação de professores e às competências bilingues, à sua relevância para a sociedade digital, aos processos de inovação, ensino e ciência e à sua coexistência com as línguas no espaço ibero-americano.

A Ibero-América é a maior região bilingue do mundo: conta com mais de 650 milhões de falantes em espanhol e português, para além de outras línguas. Além disso, o espanhol é a segunda língua mais falada no mundo, com 7,6 % de falantes, e português a quarta mais falada, com 3,7 % de falantes da população mundial. O PIDLP foi incluído, pela primeira vez, como uma prioridade para a organização no âmbito do Programa-Orçamento 2019-2020 da OEI, aprovado pelo 77.º Conselho  Diretivo da OEI (La Antígua, Guatemala, 2018) pelos ministros da Educação da Ibero-América.

O evento organizado pela OEI reforça o desenvolvimento de parcerias institucionais estabelecidas com governos de países ibero-americanos, o Instituto Camões, o Instituto Cervantes, a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), a Secretaría-Geral Ibero-Americana (SEGIB), o Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP) e a Fundação Calouste Gulbenkian.

Consulte o programa no website oficial.