Espanhol Português

A Secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, recebe, no dia 4 de dezembro, o Secretário de Estado dos Assuntos Europeus de Espanha, Juan González-Barba.

A agenda do encontro inclui um ponto de situação das relações entre os dois países e temas da agenda europeia, incluindo a Presidência Portuguesa do Conselho da UE, que se inicia a 1 de janeiro de 2021.

Este encontro bilateral irá decorrer à margem da primeira reunião do Mecanismo de Acompanhamento da Cimeira Luso-Espanhola. A criação deste mecanismo foi acordado na XXXI Cimeira Luso-Espanhola, realizada na Guarda a 10 de outubro de 2020, e pretende fazer um acompanhamento das decisões aprovadas em cada Cimeira, sendo coordenado a nível de Secretários de Estado dos Assuntos Europeus.

Vacinação em massa e crise económica

O primeiro-ministro António Costa e o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, reuniram-se por videoconferência para discutirem sobre a visão que ambos tem para a presidência portuguesa, que começa a 1 de Janeiro.

Nesta quarta liderança lusa da Europa, as metas apontadas pelo governo de Lisboa são o processo de vacinação contra a Covid-19, a implementação dos apoios económicos para fazer frente a crise económica, a transição para um mundo mais verde e digital e ligado a outras latitudes. Para tal, Joe Biden foi convidado a estar presente numa das reuniões que se vai realizar durante o primeiro semestre de 2021 e a 8 de Maio, na cidade do Porto, vai acontecer a cimeira UE-Índia.

David Sassoli acredita que a presidência portuguesa vai responder aos desafios impostos a Europa para os próximos anos, sem deixar ninguém para trás.

Alguns dos problemas que a presidência chefiada por António Costa vai enfrentar é o empasse na basuca económica (neste momento a Polónia e a Hungria estão contra) e a negociação do acordo com Mercosul.

Quem também se encontrou com o PM português foi o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, que defendeu que esta presidência vai acontecer num «momento histórico».

Uma liderança a pensar no futuro

A liderança de uma nova fase da vida europeia começa com o maior processo de vacinação na história da humanidade, o que será um dos grandes objectivos da presidência portuguesa.

«Este é o momento de nos prepararmos todos para aquele que é a grande prioridade da humanidade no próximo ano e da Europa no próximo semestre: conseguir garantir que temos disponível uma vacina que tenha uma eficácia efetiva para travar o covid e que nos permita chegar no mesmo dia a todos os países da Europa», referiu António Costa, que também relembrou a entrada portuguesa na Comunidade Económica Europeia num momento que a mesma não era como actualmente mas mesmo assim houve esta adesão devido aos seus valores e «para consolidar a democracia e a liberdade que tínhamos acabado de reconquistar».

Na última presidência portuguesa, há 11 anos, foi assinado o Tratado de Lisboa, que pretendeu criar uma união mais solidária, coesa e com uma maior capacidade de agir globalmente como unidade.

O plano português para a presidência europeia será apresentado na sexta-feira.