Pessoa inspira apresentação coreográfica em Espanha

«Livro do Desassossego» é a inspiração para esta apresentação de videodança

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

«Pessoa», que faz parte de uma série de coreografias literárias, é um projecto que através da videodança vai usar o «Livro do Desassossego» para reflectir sobre a visão e o significado do próprio processo vital e artístico do criador. Segundo Mariano Cruceta, o responsável por este projecto, a escolha da obra de Fernando Pessoa aconteceu porque o autor português consegue «introduzir de maneira filosófica na sua obra uma tese sobre um sentimento que de uma forma ou de outra inundou-nos durante esta crise: a saudade. No nosso caso estivemos impossibilitados de actuar e receber o valor do público». Esta é a primeira vez que centram o trabalho coreográfico exclusivamente na figura do autor mas anteriormente, através da poesia ou da música, realizaram apresentações onde um dos textos usados foi o conhecido «Presságio».

Em três capítulos, o bailador de flamenco Mariano Cruceta e o actor Paco Ventura (a voz off dos vídeos) vão apresentar a profunda investigação realizada e onde através da dança encontram um nexo de união entre a palavra e o movimento.

O formato de videodança foi escolhido, segundo o coreógrafo Mariano Cruceta, devido a «necessidade de continuar a difundir as nossas obras mas também não podemos esquecer a delicada situação dos artistas com a pandemia mundial, o que levou a que fosse criado o canal de YouTube Electrolé Oficial». É através deste canal que tem sido possível continuar o processo artístico dos criadores que se viram sem eventos culturais ao vivo, o que fez com que a criatividade fosse freada no último ano.

O processo criativo deste projecto começou no final do verão de 2020 e terminou em Abril de 2021. A apresentação em palco é o próximo grande objectivo e Portugal faz claramente parte da agenda. A escolha por um autor português surgiu com as últimas actuações que a Companhia de Dança Cruceta Flamenco fez em Estarreja, Bragança e o Estoril, onde apresentaram o espectáculo «A noite escondida».

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários

Deixe um comentário