Miguel Gomes vai estar em destaque no Festival de Cinema Independente de Madrid

O realizador será o primeiro português a receber o Prémio Especial Márgenes pelo seu inovador trabalho

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

O Festival de Cinema Independente de Madrid, que vai acontecer de 16 a 21 de Novembro na capital espanhola, vai reconhecer o realizador português Miguel Gomes com o Prémio Especial Márgenes. Este galardão, que é dado desde 2015, pretende reconhecer o espírito inovador dos criadores de cinema independente e de autor. Miguel Gomes é o primeiro português a receber este prémio.

Para os organizadores deste certame, o realizador é «um criador difícil de classificar, um verso livre na cena internacional que se move naturalmente entre a ficção e a realidade». No site do festival pode ser lido que o realizador faz coexistir a tradição mais clássica do cinema português com as mais recentes tendências contemporâneas.

Miguel Gomes, o realizador difícil de classificar

Miguel Gomes nasceu em 1972 e a sua formação foi feita na Escola Superior de Teatro e Cinema do Instituto Politécnico de Lisboa. Aquele querido mês de agosto(2008), Tabu (2012) ou a trilogia As Mil e Uma Noites (2015) são algumas das obras que fazem parte da sua carreira cinematográfica, reconhecida também fora de território português. O seu ultimo filme, Diário de Otsoga, será exibido fora da competição mas na secção oficial do Márgenes. As películas do português já foram exibidas em festivais internacionais como o Bafici (Argentina) ou o do Centro de Artes e Imaxes da Corunha (Espanha).

Este festival apresenta uma vasta gama de filmes. O certame pretende apresentar «novas narrativas audiovisuais e produção independente onde as novas gerações coexistem com cineastas estabelecidos com um olhar único». O Festival de Cinema Independente de Madrid Márgenes foi criado em 2012 e vai decorrer de 16 a 21 de Novembro.

Noticias Relacionadas