Valentín Cabrero é o vencedor desta edição do Prémio Eduardo Lourenço

Professor de geografia da Universidade de Salamanca recebe prémio que distingue os valores iberistas

Comparte el artículo:

Valentín Cabrero é o vencedor do Prémio Eduardo Lourenço 2022. O professor universitário espanhol é o grande vencedor da 18.ª edição do prémio dado pelo Centro de Estudos Ibéricos (CEI). O centro foi criado em conjunto pelas Universidades de Coimbra e de Salamanca. Este galardão, que tem um valor monetário de 7.500 euros, distingue «personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas».

O professor de geografia da Universidade de Salamanca é o autor da obra Iberografias. O espanhol é conhecido pelos seus pares por querer aplicar a teoria a momentos práticos. Segundo o júri da cidade da Guarda, que decidiu por unanimidade, Cabrero é um professor que dedicou toda a sua vida a academia, mas não só. O Prémio Eduardo Lourenço é atribuído pelo júri constituído pelos membros da direção do CEI: o presidente da Câmara Municipal da Guarda, Sérgio Costa, os vice-reitores das Universidades de Coimbra, Delfim Leão, e de Salamanca, Javíer Benito González, membros das Comissões Científica e Executiva do Centro e várias personalidades convidadas pelas duas universidades.

O professor costuma estar regularmente em Portugal. É um especialista que conhece muito bem as oportunidades e os desafios que o território transfronteiriço oferece. O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Sérgio Costa, lembrou que Valentín é «um homem do terreno, um homem do território, que muito calcorreou os caminhos da raia espanhola, da raia portuguesa, tantas vezes ele andou aqui por Portugal e pelas nossas regiões, nos Cursos de Verão [do CEI]».

O vice-reitor da Universidade de Coimbra, Delfim Leão, referiu que o professor é «alguém que representa o iberismo no seu estado mais puro. Ou seja, representa os próprios valores do CEI».

Noticias Relacionadas

Iberia en datos

Los principales indicadores sobre la realidad de la península ibérica e islas son fundamentales para entender, analizar y valorar las posibilidades de las relaciones entre