Vacina espanhola da farmacêutica Hipra contra a Covid-19 pode ser testada em Portugal

A vacina poderá chegar ao mercado ainda este ano e ajudar no reforço vacinal

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

A Farmacêutica Hipra recebeu o aval da Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos de Saúde para a terceira fase dos ensaios clínicos que estão a fazer para a vacina contra a Covid-19. Até ao momento os estudos demonstram que a vacina é eficaz e o objetivo é num futuro próximo serem usadas para reforçar o esquema vacinal. Da mesma forma como está a ser feito com as vacinas Comirnaty, Spikevax ou Vaxzevria.

Os ensaios clínicos, que pretendem analisar a segurança e a tolerância desta vacina como dose de reforço, vão começar a ser feitos em 17 hospitais espanhóis e mais tarde serão realizados em outras latitudes. Esta nova fase engloba ensaios que também vão decorrer em Portugal e na Itália. Segundo a agência espanhola do medicamento vão existir dois centros em Portugal e um Itália onde voluntários com uma idade superior a 16 anos vão poder participar neste estudo.

Para que a Agência Europeia de Medicamentos aprove o uso da vacina é necessário ultrapassar esta etapa. A ministra da Ciência e Inovação de Espanha, Diana Morant, espera que caso estes testes sejam positivos possam comercializar a vacina da Hipra ainda este ano. Maio é uma data avançada para este feito. A terceira dose da vacina contra a Covid-19 é um dos pedidos para os turistas que querem entrar em Espanha.

Em Portugal, 5 milhões de pessoas já tomaram a dose de reforço. Ao contrário do caso espanhol, a vacina portuguesa está há seis esperando financiamento para poder fazer novos ensaios clínicos. A vacina criada em Portugal, caso ou quando chegue ao grande público, vai ser tomada de forma oral.

Noticias Relacionadas