Con el patrocinio de:

A Acciona Energía e a Plug Power juntam-se para criar projetos de hidrogénio verde em Espanha e Portugal

Portugal aposta nos investimentos em hidrogénio verde para dar um novo passo para um novo tipo de economia

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

A Acciona Energía e a Plug Power vão juntar-se na AccionaPlug. Esta joint venture vai desenvolver, operar e assegurar projetos de hidrogénio verde em Espanha e Portugal. A empresa pretende fornecer serviços de armazenamento, transporte e entrega destes projetos de energia renovável. O hidrogénio verde é gerado a partir de um processo, a «electrólise da água».

Este processo consiste na separação do oxigénio e do hidrogénio. A primeira produção portuguesa de hidrogénio verde vai avançar na Póvoa de Santa Iria, vai ter capacidade para produzir mais de 1.000 toneladas e vai entrar em funcionamento ainda este ano. Em Sines, o vale do hidrogénio contínua a crescer. Depois da Galp, investidores portugueses, holandeses, franceses e espanhóis estão a espreitar para explorar o novo ouro verde.

A construção de duas instalações capazes de produzir até 15 toneladas por dia de hidrogénio verde, cada uma, estão previstas pela AccionaPlug. O objetivo é abastecer os dois países ibéricos com hidrogénio verde. Segundo o presidente executivo da Plug Power, Andy Marsh, esta junção de forças pretende construir «um ecossistema robusto de hidrogénio verde que ajudará a Europa a cumprir os seus objetivos de sustentabilidade, posicionando Espanha e Portugal como centros líderes globais de hidrogénio».

Até 2050, o hidrogénio vai ser responsável por 18% do consumo mundial de energia. Atualmente, o carvão é uma das principais fontes usadas para produzir energia. Portugal deixou este processo com o fecho da Central do Pego, que ficou sem esta matéria-prima. Estas instalações serão reconvertidas. Uma das propostas, apresentadas pela Endesa, pretende reconverte-la num clouster de energias verdes.

Noticias Relacionadas