As obras na linha férrea que passa pelo Alentejo em direção a Espanha continuam

Maior projeto do último século pretende conectar o Alentejo ao resto da Europa

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

Alentejo em obras devido a ferrovia que vai ligar Sines a Espanha. O maior investimento na ferrovia lusa do último século está com obras a todo o vapor. Pela planície alentejana passam 80kms deste projeto. Esta obra começou em Setembro de 2019 e quando terminar vai aproximar mais o Alentejo do resto da Europa. Os responsáveis pretendem até ao fim de 2023 ter comboios a circular nesta nova obra.

O Programa Ferrovia 2020 traz para a região 13 novas pontes e viadutos. O mais extenso terá 785 metros e o mais curto com 201 metros. O investimento realizado pelo Estado Português na construção desta nova linha ferroviária é superior aos 300 milhões de euros. A linha do Alentejo vai permitir a passagem de 30 comboios de 750 metros por dia. Também vai reduzir a sinistralidade rodoviária, retirando das estradas muitos camiões de transporte de mercadorias. A nova aposta europeia na ferrovia vai ajudar na redução das emissões de CO2. Um continente verde com transportes sustentáveis é a grande aposta da comissão e dos diferentes governos.

Um dos objetivos deste ambicioso programa português é reforçar a conexão ferroviária dos portos e das zonas industriais e urbanas portuguesas com Espanha e o resto do continente. Com a finalização das obras, o porto de Sines ficará ligado a fronteira em 150 quilómetros e três horas e meia. Para além de ligar toda a península Ibérica, o primeiro-ministro António Costa também defendeu que este corredor pode ser positivo para reforçar «a centralidade Ibérica e o comércio internacional».

Noticias Relacionadas