Grupo Diário de Notícias pretende reforçar o projeto e apostar mais na lusofonia, algo que se começa a fazer em várias latitudes

Devido ao português ser a quarta língua mais falada do mundo, cada vez mais projetos apostam na língua de Camões para noticiar

Comparte el artículo:

Depois do lançamento do DN Brasil (lançado no início do mês de Junho), focado na comunidade brasileira residente em Portugal, o grupo noticioso pretende alargar todo este projeto à lusofonia. O grupo do Diário de Notícias, através do seu diretor (Bruno Mateus), expressou esta vontade. Pelo menos a longo prazo. O que leva-nos a acreditar que este é um projeto que tem tudo para crescer. «O que nós queremos é alcançar um mercado que seja lusófono e poder comunicar o mais possível para os 260 milhões de pessoas que falam português», disse. O DN Brasil foi um primeiro passo nesta vontade de «abraçar» toda a lusofonia.

O DN Brasil tem na edição papel do Diário de Notícias, todas as segundas-feiras, uma ou duas páginas, conforme a atualidade noticiosa (sem esquecer um suplemento mensal e um site atualizado diariamente). Este projeto está a ser bem recebido pela comunidade. O trabalho jornalístico pela lusofonia é algo que no EL TRAPEZIO já tentamos fazer. Enquanto em território ibérico os meios de comunicação estão a crescer, a Rússia baniu 81 meios europeus. Incluindo 4 portugueses e também meios espanhóis.

Para se aproximar desta comunidade, o DN Brasil é escrito em português do Brasil, o mesmo aconteceria com o restante da lusofonia, adaptando o vocabulário ao que é usado localmente. Nós 500 anos de Camões, o objetivo é valorizar a sua língua em todas as latitudes em que se encontra.

Outros projetos estão a ser dinamizados para dinamizar o jornalismo na lusofonia, como é o caso da última cooperação realizado entre a CPLP e a televisão pública de Timor-Leste. Este ano, Portugal alcançou a cifra de mais de um milhão de estrangeiros a residir no país. Houve um aumento de 130% comparando com a década de 80. Os imigrantes representam cerca de 10% da população portuguesa.

3,7% da população mundial falam português, o que faz com que esta seja a quarta língua materna mais falada do mundo, ficando apenas atrás do mandarim, inglês e espanhol. A aproximação entre a língua portuguesa e o galego tem sido feita também graças a transmissões em conjunto entre a RTP e a TVG (a mais recente aconteceu na festa da lagosta).

Noticias Relacionadas