Obras portuguesas e espanholas vão marcar mais uma edição da Noite da Literatura Europeia

Iniciativa pretende dar a conhecer alguns jovens autores europeus que se estão a dar a conhecer em diferentes áreas

Comparte el artículo:

O bairro do Intendente, em Lisboa, vai receber, no dia 3 de junho, mais uma Noite da Literatura Europeia. A 11.ª edição da Noite da Literatura Europeia vai acontecer em plenas Festas de Lisboa, das 19:00 às 23:30. Nessa noite vão ser apresentadas 15 obras que abordam temas como o feminismo, a guerra ou os dramas familiares. Estas obras são oriundas da República Checa, Espanha, Estónia, Grécia, Itália, Luxemburgo, Portugal e Roménia.

Nesta noite será possível contactar com estes autores europeus. Do romance à poesia, passando pela banda desenhada e pelo teatro, as diferentes obras vão ser apresentadas em sessões com um máximo de 15 minutos. Este serão literário será aberto ao público de todas as idades e as obras serão interpretadas por atores portugueses. O evento vai acontecer na Fábrica de Torrefação Cafés Negrita, no hotel Palácio do Visconde ou no Laboratório e a Oficina do FabLab Lisboa. A entrada na 11.ª edição da Noite da Literatura Europeia é de entrada gratuita.

A representar Portugal estará Miguel Montenegro. Este é o primeiro autor português de banda desenhada a trabalhar para a Marvel Comics. Nesta noite, a atriz Sandra Celas vai apresentar a obra “Psicopatos”, que questiona dogmas e evidencia algumas das contradições das ciências psicológicas.

O representante espanhol será o livro “As maravilhas”, de Elena Medel. Esta obra, que também está editada em Portugal, conta uma história sobre a precariedade e o passado recente da Península Ibérica. Isto desde o fim das ditaduras até à explosão do feminismo. O livro “A maravilha” será lido por Paula García.

Noticias Relacionadas

A hora da Liberdade

Agora que estamos a poucas horas (mais precisamente sete) do dia em que comemoramos os cinquenta anos da Revolução dos Cravos está na altura de