Con el patrocinio de:

A MásMóvil estuda a sua continuidade no mercado português

A companhia está presente em Portugal através da operadora telefónica Nowo

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

A MásMóvil poderá estar de saída de Portugal. O quarto operador do mercado telefónico em Espanha está presente em território português através da Nowo. Esta operadora está bastante presente no segmento residencial. Quando a MásMóvil começou a trabalhar apenas existiam três operadoras mas a entrada da Digi e a sua aposta nos preços baixos torna a sua presença mais custosa.

As três maiores operadoras telefónicas em Portugal representam 97% do mercado telefónico e 96,2% do fixo. Mesmo com uma quota de mercado reduzida, a Nowo compete com todos os serviços de televisão, telefone e internet. Também comercializa energia (eletricidade e gás através da Goldenergy) e seguros de saúde (graças a uma aliança com a Medicare). Esta saída da MásMóvil do mercado, avançada pelo jornal espanhol Expansion, poderá acontecer até Junho ou aliar-se com a Digi (Dixarobil). A possibilidade de uma joint-venture entre as duas empresas poderá permitir a manutenção da operação complementar que têm em várias áreas, como é o caso do 5G.

No leilão que aconteceu em Portugal, a companhia telefónica investiu 70,1 milhões de euros e garantiu que ia acelerar o seu investimento no país. A empresa espanhola vai poder construir uma rede móvel 4G em Lisboa, Porto e no Algarve. Foi em 2019 que a MásMóvil entrou no mercado nacional através das operadoras Nowo e Oni. A empresa em território luso é dirigida por Arturo Dopico, antigo diretor do galego R. A MásMóvil (detentora da Euskaltel) pretende consolidar a sua presença no setor tanto em Espanha como em outras latitudes.

Noticias Relacionadas