Lisboa volta a receber a Bolsa de Turismo olhando para uma retoma rápida do setor

A República Dominicana é o país convidado na principal feira de turismo em Portugal

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) vai voltar a FIL, no Parque das Nações, de 16 a 20 de Março. A maior feira de turismo no país volta ao seu formato presencial com 1.400 stands. A 33ª edição da BTL vai apostar na inovação, cultura (em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian), conferências, enoturismo e no turismo de natureza. Esta feira, que volta a capital após dois anos de pausa devido a pandemia, apresenta 60 destinos e pretende apoiar a «retoma rápida do setor”.

Como explicam os responsáveis pela organização, a BTL procura «oferecer um espaço único de mostra, negócio e network onde durante cinco dias, profissionais e público têm a oportunidade de conhecer tendências, serviços e produtos nacionais e internacionais de turismo”. Durante o evento, o público vai poder usufruir de ofertas promocionais, sorteios, passatempos e mostras gastronómicas e de vinhos.

Na Bolsa vão participar entidades regionais de Turismo, agências de viagens, operadores turísticos, hotelaria, transportes ou as principais associações do setor. Nesta área da natureza vão estar presentes sete geoparques portugueses. A BTL Natureza pretende dar a conhecer o potencial que as regiões apresentam para a realização de um turismo mais verde. Uma outra aposta da bolsa será o enoturismo, isto acontece devido a importância que este tem no turismo em território português.

A República Dominicana é o destino internacional convidado na feira de Lisboa. A Guiné-Bissau, através da ilha de Bijagós, também vai participar para captar mais investimentos para o país. A BTL costuma apresentar 1.400 expositores e ser visitada por 70 mil pessoas, 35 mil são profissionais do setor.

Noticias Relacionadas