O Caminho Marítimo de Santiago vai ligar o Sotavento algarvio a Galícia

A Barca de Pedra vai voltar a navegar pelas águas ibéricas numa nova experiência

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

A Bolsa de Turismo em Lisboa foi o lugar escolhido para a apresentação de uma nova rota fluvial que vai ligar o sotavento algarvio a Padrón, na Galiza. Este cruzeiro, que arranca em Maio, começa em Vila Real de Santo António e pretende recriar a viagem da Barca de Pedra. Segundo a lenda, no ano 40 do primeiro milénio houve uma embarcação que transportou o apóstolo Tiago São Tiago desde Jaffa, na Palestina, até Campus Stella (Santiago de Compostela), na Galiza. Para além da exploração, este percurso propõe aos «viajantes nautas» uma vertente espiritual, histórica e que apresenta as culturas locais a todos os que subam ao cruzeiro.

A primeira viagem vai ter uma duração de 17 dias e vai acontecer de 28 de Maio a 13 de Junho. Na viagem vão estar presentes 20 embarcações (veleiros convidados), entre as quais a Caravela Vera Cruz. Vão ser 150 os participantes que vão embarcar nesta viagem. O Caminho Marítimo de Santiago arranca em Vila Real de Santo António e durante 500 milhas náuticas vai passar por Vilamoura, Lagos, Sines, Cascais, Peniche/Nazaré, Aveiro, Leixões, Viana do Castelo, Baiona e Vila Garcia de Arousa.

A escolha de alguns destes portos parte do pressuposto que a passagem da Barca por terras lusitanas teve como suporte os portos romanos existentes à data. Todos estes locais estão ligados à Ordem de Santiago. Um dos objetivos deste novo Caminho Marítimo de Santiago passa, assim, pelo reconhecimento destes locais como «Portos de Santiago». Sobre este novo Caminho Marítimo de Santiago, Ana Abrunhosa, ministra da Coesão Territorial, referiu que este é «um exemplo de como podemos recuperar a História com modernidade».

Noticias Relacionadas