Portugal bate recordes de vacinação com a quarta vaga activa

O país luso tem aumentado o ritmo de vacinação e a população mais jovem agora é essencial para a imunidade de grupo

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A imunidade de grupo em Portugal só deverá chegar em Setembro e em plena quarta vaga, com a variante Delta dominante no país, o ritmo de vacinação aumenta a cada dia. Com 1,8 milhões de doses previstas até ao fim do mês de Julho, o objectivo é agilizar o processo e vacinar o máximo de pessoas num curto espaço de tempo. Por dia, a task force (grupo responsável por este processo) pretende vacinar 120 mil pessoas por dia.

Esta aceleração do programa de vacinação, que apresenta valores desiguais no território português, é a medida encontrada para combater o agravamento dos casos, que podem chegar aos 4 mil casos por dia nas próximas duas semanas, e da população já vacinada (53% tem as duas doses, o que representa 2 milhões de pessoas) apenas 1.231 ficaram infectados, tendo morrido cinco pessoas.

Para alcançar estes valores de vacinação, os centros alargaram os seus horários e adoptaram semáforos, semelhantes aos usados nas praias, que vão indicar o tempo de espera para ser inoculado. O autoagendamento, o processo de «bar aberto» (com a possibilidade de certas faixas etárias se poderem vacinar sem agendamento), a antecipação das segundas doses da AstraZeneca e a vacinação de uma população mais jovem (os menores de 18 anos poderão ser vacinados na segunda semana de Agosto) a que o ritmo de vacinação aumentasse. O recorde de vacinas adminstradas em apenas um dia é de 154 mil doses.

Como a vacinação portuguesa está comparando com o mundo?

Segundo o Our World in Data, com uma média de 1,7 doses por 100 pessoas, valores da última semana, Portugal é o país do mundo que mais vacinou. Na União Europeia os países que mais estão a vacinar são a Suécia, Espanha e o Luxemburgo.

Noticias Relacionadas

Deja un comentario