Espanhol Português

A EIT InnoEnergy, motor de inovação e empreendimento em energia sustentável na Europa, acaba de anunciar que prevê encerrar o ano de 2020 com um investimento de 12 milhões de euros para promover e desenvolver projectos liderados por empresas inovadoras em Espanha e em Portugal. Estes investimentos vão ocorrer nas áreas de energia renovável, mobilidade, armazenamento, eficiência energética e hidrogénio.

Uma parte substancial deste investimento financeiro e de recursos irá impulsionar o crescimento dos activos que já fazem parte do portfólio da InnoEnergy. Por sua vez, a empresa também anunciou retornos sobre investimentos anteriores e actividades de gerenciamento de ecossistemas da Ibéria no valor de 3,5 milhões em 2019. Este número poderá ser igualado ainda este ano, apesar do impacto da COVID-19 nas suas actividades.

Segundo Mikel Lasa, CEO da EIT InnoEnergy Iberia, “achamos que o nosso investimento fornecerá um forte impulso para a transição energética em Espanha e em Portugal, precisamente num momento crucial em que é necessário apostar na reactivação económica após a crise de saúde da COVID-19, concentrando esforços na nova economia”.

Precisamente, antes da crise provocada pela Covid-19, a EIT InnoEnergy tomou diferentes medidas para enfrentar esta pandemia e ajudar na recuperação económica e social. Por um lado, acolheram favoravelmente a iniciativa da União Europeia e do Instituto Europeu para a Tecnologia (EIT) para investir 60 milhões de euros no ecossistema de inovação da Europa. Isto através das comunidades de conhecimento e inovação da EIT.

Também, desde a EIT InnoEnergy, levou-se a cabo distintas ações para atender aos grupos mais vulneráveis do ecossistema de inovação e contando com mais de 300 novas empresas, 400 sócios, 50 investidores, 27 acionistas e 400 estudantes. Precisamente, com relação aos membros do próprio ecossistema EIT InnoEnergy, foi realizada uma auditoria abrangente dos seus planos de negócios pós-COVID. Isto poderia activar diferentes ações de suporte e acesso a novas medidas de suporte.

Mais de 24 milhões de receita em 2019

A EIT InnoEnergy aproveitou a oportunidade para fazer um balanço do ano passado na península Ibérica. Em 2019, o portfólio da empresa conseguiu exceder, pela primeira vez, as 50 startups em Espanha e Portugal. A actividade dessas empresas gerou receitas de mais de 24 milhões de euros. Além disso, as empresas levantaram financiamentos no valor de 15 milhões de euros de fundos públicos e privados, o que acabou por gerad mais de 150 novos empregos. De todas as empresas que fazem parte do ecossistema InnoEnergy Iberia, as que obtiveram mais recursos são a RVE.Sol, FlexiDAO, Gas2Move, X1Wind, Prodone e Nabrawind.

A EIT InnoEnergy leva cerca de uma década gerindo e investindo fundos próprios e do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia na aceleração e crescimento de startups inovadoras, exclusivamente no campo da transição energética. A nível europeu, é o maior acelerador neste sector actualmente. O grupo tem mais de 430 parceiros e apoia 450 empresas na Europa. Até agora, o acelerador alcançou um investimento de 1.700 milhões e tem previsões de vendas para este ano 2020 de 4.000 milhões. Até hoje, já vendeu um total de 277 startups, 80% delas estão exportando os seus produtos. Além disso, possui um total de 126 produtos sendo comercializados no mercado e com 98 patentes obtidas.