Español Português

A presidenta de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, anunciou que solicitará ao Governo de Espanha que a Comunidade de Madrid realize uma Cimeira Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo durante esta legislatura.

No encerramento do III Congresso Ibero-Americano do Conselho Empresarial Aliança para a Ibero-América (CEAPI), Díaz Ayuso comprometeu-se a pedir à Presidência do Governo para retornar à periodicidade anual deste evento e propôs que “todos nós fazermos dela uma referência para a ordem geopolítica no mundo e para enfrentar desafios como o Brexit”.

Espanha acolheu três Cimeiras Ibero-Americanas de Chefes de Estado e de Governo (Madrid em 1992; Salamanca em 2005 e Cádiz em 2012) e a próxima está prevista em Andorra em 2020.

Até 2014 as Cúpulas Ibero-Americanas eram reuniões anuais, depois viraram bienais, devido ao impulso da liderança venezuelana na constituição de uma nova Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (CELAC), que são reuniões ibero-americanas sem a presença de países ibéricos europeus. México acaba de assumir a presidência temporária da CELAC para relançar um projeto agora paralisado pela divisão regional.