Español Português

Esta quinta-feira 19 de setembro a embaixada de Portugal em Espanha apresentou oficialmente uma nova edição de cultura Portugal,-a exposição da cultura portuguesa na Espanha ‘-, que este ano chega à sua 17ª edição.

Uma proposta cultural que cada ano está ganhando mais seguidores e que conseguiu ganhar um lugar durante os meses de outono na ampla oferta cultural de Madrid. Prova disso é o número de atividades desta edição, que excede 40, e que tem aumentado a sua oferta artística com várias áreas temáticas mais em comparação com o ano passado, entre os quais são arte têxtil e artes visuais.

O lema escolhido desta vez é “bem-vindos” e pretende ser um dos benchmarks para aprender mais sobre a cultura portuguesa, de mãos dadas com os numerosos artistas e suas propostas atuais e contemporâneas, destacando também a presença de inúmeras figuras mulheres em todos eles.

Uma iniciativa anual, organizada pela Embaixada de Portugal com a colaboração do Instituto Camées de cooperação e língua do Ministério dos negócios estrangeiros Português, juntamente com diferentes instituições públicas e privadas, que representa uma excelente oportunidade de conhecer as indústrias criativas e culturais dos Lusals.

O senhor mais excelente Francisco Ribeiro de Menezes, Embaixador de Portugal em Madrid, tem sido responsável pela abertura do evento, no qual ele queria destacar o papel da cultura e da linguagem não só como realidades, mas também como ferramentas de conhecimento para aproximar Portugal, promover e explicar aos espanhóis.

Em seguida, o conselheiro de cultura da embaixada de Portugal em Madrid e diretor de cultura Portugal, O Sr. Pedro Berhan da costa, tem sido responsável pela apresentação do programa de atividades, que este ano inclui áreas como música, cinema, literatura, artes plásticas, teatro, pensamento, artes visuais, arte têxtil e fotografia entre outros. Também influenciou o fato de que cada vez, a cultura e a presença de lusas, são mais conhecidas e visíveis em nosso país.

Além disso Ms. Luz Amparo Medina, O diretor geral de cultura da organização dos Estados Ibero-americanos para a educação, ciência e cultura (OEI) tem colocado ênfase especial nas 4 atividades da cultura Portugal que também integrarão o programa do Festival “Celebre a Ibero-América 2019” com que a organização celebra 70 anos, reivindicando Madrid como uma capital Ibero-americana.

Ramón Reboiras, por sua parte, queria colocar especial ênfase no papel das mulheres, “este ano há mais mulheres”, tendo em conta as duas atividades organizadas para recordar a figura de Sophia de Mello Breyner Andresen. Um programa que representa “um reconhecimento moderno, heterodoxas e aberto”. Para concluir com uma reflexão: “é maravilhoso ser bons vizinhos”.

Para finalizar o evento, o arquiteto Carmen mota apresentou a II edição do Congresso Internacional de arquitetura. “Arte, cidade, paisagem. País convidado: Portugal “.

Na programação deste ano, na área da música, destacam-se os concertos da bem conhecida fadista Gisela Joao, bem como o desempenho da Orquestra de jazz de Matosinhos com a cantora Maria João; no campo da sétima arte a triagem do filme “as filhas do fogopelo diretor Pedro Costa com o grupo musical” os músicos do Tejo “, bem como a retrospectiva dedicada a Paulo rocha no Festival márgenes e o trabalho da artista plástica Cristina Rodrigues com seu projeto O lar é a Catedral da vida,na forma de uma instalação documental e artística que leva como eixo os migrantes.

Veja programação cultural aqui.