Espanhol Português

A Acciona e a Plug Power, empresas responsáveis pelos sistemas de baterias de combustível de hidrogénio e soluções de reabastecimento, assinaram um princípio de acordo para criar uma plataforma, que terá sede em Madrid, para responder a crescente procura na península Ibérica de um fornecimento de hidrogénio verde. Esta joint-venture vai combinar a melhor tecnologia da Plug Power com o portfólio da Acciona, que é o principal distribuidor de energia 100% renovável em Espanha.

O objectivo desta nova empresa, que vai ter como foco inicial os segmentos de negócio industrial e de mobilidade, e atingir a quota de mercado de 20% no mercado ibérico até 2030. Para a impulsionar este projecto está previsto um investimento de mais de 2.000 milhões de euros e os primeiros trabalhos já estão em fase de desenvolvimento.

Endesa pretende investir mas pede maior foco

A Endesa, uma das maiores energéticas ibéricas, pretende apostar em Portugal no mercado das energias renováveis, especialmente o hidrogénio verde. Mesmo assim, o grupo considera que o plano do governo português para esta área ainda é pouco claro e como tal pede uma «maior visibilidade» para preparar um futuro investimento. «O ideal seria contar com, como acontece em outros países europeus, com previsões plurianuais, de nova capacidade de injecção na rede, e em que modalidade vai ter lugar», afirmou o presidente executivo da Endesa, José Bogas, numa conferência virtual.

Até ao momento, o país realizou dois leilões de atribuição de pontos de rede numa potência total de dois mil megawatts (MW). Já o governo espanhol pretende avançar com 23 projectos, o que equivale a um investimento de 2,9 mil milhões de euros.