Mundial de Andebol no Egipto recebeu os melhores da modalidade

Espanha alcançou o terceiro lugar e Portugal a melhor posição de sempre num Mundial

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

As areias quentes do Egipto receberam a 27.ª edição do Mundial de andebol, onde as principais selecções mundiais procuraram conquistar o troféu dos melhores do mundo. As equipas ibéricas também estiveram presentes e tiveram destinos diferentes.

Os «heróis do mar», que não iam a um mundial há 18 anos, viajaram para o Egipto com as malas cheias de sonhos e muita ambição após um europeu de sonho (ganho pela Espanha), onde alcançaram a melhor classificação de sempre: o sexto lugar.

Na terra dos faraós, a selecção lusa passou com alguma facilidade a fase de grupos, perdendo apenas com a França. Mesmo não tendo chegado aos jogos das medalhas, o que era a ambição do treinador português, o país conquistou o 10.º lugar. Até então a melhor posição que os portugueses tinham alcançado num Mundial de Andebol, disputado em 2003 no país, fora um 12.º lugar.

Depois de terem sido coroados campeões europeus, Espanha foi para o Egipto com uma equipa muito semelhante a do Europeu. Com o objectivo de conquistar o título alcançado já em 2005 e em 2013, os «hispânicos» terminaram a competição em terceiro lugar (marca que já tinham alcançado no Mundial de 2011), voltando a Madrid com a medalha de bronze. Espanha conquistou esta posição ao bater a França, «carrasca» de Portugal, por 35-29.

A Dinamarca, que tem uma equipa recheada de estrelas, fez esquecer a péssima prestação do último Europeu e conquistou, mais uma vez, o campeonato mundial da modalidade, que este ano foi jogado sem público e com várias equipas a terem testado positivo a Covid-19.

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários

Deixe um comentário