Espanhol Português

Em vésperas de uma assinalada festividade, muitos espanhóis e portugueses perguntam-se se vão poder viajar ao país vizinho ante as muitas normas restritivas de mobilidade que estão a ser impostas em ambos países. “As fronteiras não estão fechadas, continuam abertas”, começa por sublinhar o Embaixador de Portugal em Espanha, João Mira-Gomes, numa conversa com O TRAPÉZIO. Mas deixa uma mensagem clara aos cidadãos dos dois países: “a recomendação que está em vigor é que as pessoas se abstenham de viajar em turismo nestas alturas porque temos que estar o mais resguardados possível. Não há uma proibição, é uma recomendaçã”.

Os portugueses que queiram visitar Espanha, devem ter em conta que das comunidades transfronteiriças, Galiza e Extremadura não estão confinadas mas sim Castela e Leão e Andaluzia. “Poderão atravessar as comunidades encerradas para ir a um outro destino e para entrar nelas, só se estiver numa das categoria s de excepção identificadas e que abrange aos trabalhadores transfronteiriços”, explica o embaixador.

Para os espanhóis que vão a Portugal não devem esquecer que há restrições de circulação durante o fim de semana de Todos os Santos. “Os espanhóis podem atravessar a fronteira e ir a um município transfronteiriço. Não podem passar para fora de esse município, só se tiverem uma reserva de um hotel. Nesse caso, chegando ao seu destino, a sua circulação fica limitada ao município”, esclarece. Quer dizer, é permitido turistas espanhóis entrar em Portugal com reservas em hotéis mas não  podem circular livremente.

Estão por chegar semanas muito duras para Espanha e Portugal ante o aumento do número de contágios e falecidos por causa do Covid-19. Mira – Gomes é consciente da dificuldade de encontrar um equilíbrios entre a saúde e a economía e chama à “responsabilidade individual de cada um”.

A próxima semana poderá ler na nossa plataforma a entrevista completa onde João Mira-Gomes analisa os pontos mais destacados da última cimeira ibérica.