Espanhol Português

Com as aglomerações de pessoas proibidas, várias actividades estão a ser canceladas e nem a religião se salva do confinamento provocado pelo Covid-19. As missas continuam a ser celebradas mas não perante os fiéis que todos os domingos sentavam-se nos bancos das igrejas. Tal como o Papa Francisco, que rezou numa basílica de S.Pedro deserta (apenas um pequeno grupo de bispos estava presente), os padres estão a dar as suas homilias mas de formas mais “inovadoras”.

As novas tecnologias neste quesito estão a ser muitíssimo importantes e quase todas as paróquias optaram por seguir os seus ritos. Estes estão a ser transmitidos através de live streamings e juntam-se às habituais missas transmitidas nos canais de televisão em sinal aberto. Todas estas gravações estão a acontecer a porta fechada e sem os habituais fiéis. Para combater alguma solidão por não haver ninguém, um padre do Fundão encheu os bancos com as fotografias dos paroquianos para sentir-se mais perto dos mesmos.

Fora das quatro paredes das igrejas, outras medidas estão a ser tomadas para levar algum conforto às famílias inteiras que se vêm confinadas dentro de casa e que necessitam de uma palavra de incentivo. Para tal, carros com altifalantes andaram pelas localidades a ler passagens da Bíblia. Já os confessionários, dos Estados Unidos a Polónia, estão a funcionar num modelo drive thru onde nem é preciso sair do carro para confessar os pecados ou pura e simplesmente falar com outra pessoa.

Peregrinação a Fátima cancelada

Pela primeira vez em 100 anos, o Santuário de Fátima cancelou as celebrações do 13 de Maio. Este acontecimento, que todos os anos leva cerca de oito milhões de turistas (a grande maioria internacionais) a cidade do centro de Portugal, não contará com a presença de peregrinos. Pelo menos não uma presença física. O peregrino poderá acompanhar tudo o que se passe a partir de casa através da televisão e das redes sociais.