Espanhol Português

Com a pandemia e as medidas de distanciamento social, o número de bicicletas nas ruas aumentou, sendo um dos sectores que não sentiu muito os efeitos negativos que a economia Ibérica vai sentir. O aumento dos ciclistas, que pedem maiores ciclovias e mais respeito, trouxe uma melhoria ambiental (a avenida da Liberdade não tinha um ar tão bom nos últimos 100 anos). Nas duas primeiras semanas de Maio viu-se um aumento de ciclistas vistos nas ruas. Homens, mulheres e crianças que começam a ver este meio como uma alternativa aos autocarros.

A volta a “normalidade” não quer dizer que as bicicletas voltam para as garagens, onde passaram os últimos anos a ganharem pó. Os transportes públicos, que devem ser frequentados obrigatoriamente com máscara de proteção, estão a ser substituídos por alternativas mais seguras, saudáveis, amigas do ambiente e que podem perdurar para além do desconfinamento e isto viu-se com um aumento (ainda durante o estado de emergência) da compra deste tipo de meio de transporte online. Só na Decatlhon, durante este período, houve uma faturação de 30% na compra de bicicletas. Este valor, comparado a todo o ano de 2019, dobrou.

Seguindo o exemplo italiano, onde pedalar é cada vez mais um princípio a seguir, o governo português pensa na possibilidade de de dar um apoio económico para apoiar na comprar de bicicletas, o que para além de ajudar a exercitar-se também contribuiu para a manutenção de distâncias seguras.

Mais ciclovias e menos buracos

Os ciclistas, tanto os de sempre como os mais recentes, pedem um maior respeito, com mais ciclovias, sinais e menos buracos. Várias cidades europeias, onde também temos Barcelona, estão a planear construir entre 21 a 40 quilómetros de pistas novas e onde a circulação de bicicletas, tanto as habituais como as elétricas, que estão a ser cada vez mais utilizadas e que ajudam a impulsionar várias empresas de aluguel destes veículos e que facilmente podem ser encontradas em qualquer grande metrópole. As diferentes associações de ciclistas pediram para que fosse possível transportar as bicicletas nos comboios e no metro sem qualquer tipo de constrangimento.