Líderes mundiais felicitam Joe Biden

Biden é apenas o segundo ocupante da Casa Branca abertamente católico

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Joe Biden e Kamala Harris são os novos ocupantes da Casa Branca. O novo presidente dos Estados Unidos, que foi vice-presidente na administração de Barack Obama, é abertamente católico e antes da tomada de posse participou numa missa na igreja, em Washington, onde várias décadas havia decorrido o funeral de Kennedy, figura que inspirou Biden a seguir o percurso político que o levou a presidência americana. Tal como Kennedy, Biden também é abertamente católico.

Na tomada de posse do 46° presidente norte-americano, que decorreu com várias restrições devido a crise pandémica e ao ataque ao Capitólio que aconteceu há quinze dias, estiveram presentes presidentes anteriores e ocorreram actuações musicais de Lady Gaga e Jennifer Lopez.

No juramento, Biden usou uma Bíblia que está na sua família há 120 anos, relembrou as palavras de união de Santo Agostinho e houve um momento de oração a cargo Leo J. O’Donovan, amigo de longa data da família do democrata. O Papa Francisco aproveitou esta transição de poder para pedir que o novo líder americano favoreça a paz e construa uma sociedade baseada no respeito e dignidade de cada pessoa.

Esperança no reforço das relações

Ainda antes da tomada de posse e aproveitando o seu discurso no Parlamento Europeu, António Costa dirigiu votos de sucesso ao mandato de Biden e reforçou a necessidade de relançar os laços que foram desgastados nos últimos 4 anos. Uma maior fluidez nas relações bilaterais é o que espera Pedro Sanchez que viu a administração Trump taxar vários produtos europeus, incluindo os produtos agro-alimentares espanhóis.

Um dos primeiros diplomas assinados por Biden foi o da volta dos Estados Unidos a Organização Mundial de Saúde. O novo presidente americano mandou uma carta a António Guterres, secretário-geral da ONU, para retroceder a medida tomada por Donald Trump ainda durante 2020. Guterres também mandou uma missiva a Biden expressando a sua esperança que possam cooperar nos inúmeros desafios globais existentes e que também possam pelo clima, voltando os EUA a fazer parte do Acordo de Paris.

Site da Casa Branca voltou a ter versão em espanhol após 4 anos.

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários