Portugal começa desconfinamento a conta-gotas

Vacinação, rastreio e testagem vão marcar a abertura da sociedade portuguesa

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A redução dos números, com Portugal a ter registado nos últimos 14 dias um rácio de 105 casos por 100 mil habitantes, permitiu a apresentação do plano de desconfinamento. Os actuais números são quatro vezes superiores ao do primeiro desconfinamento que o país viveu, em Maio de 2020. Mesmo assim, a abertura vai ser baseada em 4 fases e num calendário que começa já a 15 de Abril e estende-se até 3 de Maio, o país começa a abrir de novo as portas mas em regime de conta-gotas e sempre tendo cuidado com os números de novas infecções (sempre que o rt for superior a 1 as medidas serão revistas) e aumentando os rastreios, especialmente nas escolas. Os trabalhadores nos locais de ensino são as mais recentes adições para a primeira fase do plano de vacinação português.

Na primeira fase de desconfinamento, que começa já a 15 de Março (a cada duas semanas as decisões implementadas serão revistas consoante os números), os cabeleireiros, os alunos dos níveis mais baixos de ensino, livrarias e a venda ao postigo dos bens poderão reabrir mas sempre tendo cuidado com as regras sanitárias em vigor. Durante este período, que engloba a Páscoa, o dever de confinamento continuará em vigor e como tal será proibido a circulação entre concelhos. Mesmo com a volta das missas, o «compasso» pascal está suspenso.

Já a 5 de Abril, quando o país entrar na segunda parte do plano apresentado por António Costa, prevê-se que as Escolas do 2.º e 3.º ciclo (e ATL para as mesmas idades), tal como os monumentos. Os cafés e restaurantes com esplanadas poderão servir, só nestes locais, mas nas mesas só poderão estar sentadas um máximo de quatro pessoas. Em relação ao desporto (este vai receber um apoio monetário para a sua retoma), modalidades desportivas de baixo risco e ginásios poderão reabrir mas apenas para aulas individuais. Também em Abril, a 19, os restantes alunos voltam às aulas. Os cinemas, teatros, auditórios e salas de espectáculos voltam a receber os seus espectadores e casamentos e baptizados poderão ocorrer mas apenas usando 25% da lotação do espaço onde as cerimónias ocorrerão. A Liga Portuguesa de Futebol espera que neste período já seja possível ter alguns adeptos nos estádios.

A 3 de Maio, data prevista para a última fase deste plano, os espaços de restauração vão voltar a trabalhar sem limite de horário. As restrições neste momento também serão levantadas na prática desportiva e nos eventos. As medidas que entraram em vigor após o dia 3 de Maio serão conhecidas numa data posterior.

Mesmo com este plano, o layoff será alargado, os subsídios aumentados a os apoios aumentados para que as empresas que tenham tido uma quebra de facturação superior a 50% possam retomar a actividade.

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários

Deixe um comentário