Con el patrocinio de:

Mercadona expande-se para a Grande Lisboa e continua a crescer em Portugal

A internacionalização da marca espanhola contínua com a chegada a Lisboa.

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A Mercadona contínua a sua expansão em Portugal. Em 2022 vão abrir dois espaços na Área Metropolitana de Lisboa. Também vão ser abertas, durante o próximo ano, estabelecimentos em Guimarães, Braga e na Póvoa do Varzim. A cadeia de retalho espanhola, que já tem 24 espaços em território português, vai abrir lojas em Setúbal e no Montijo. Atualmente existe um processo de recrutamento de 100 trabalhadores para estes dois locais na área de Lisboa. 

Em território português, a Mercadona tem um centro de inovação em Matosinhos, um centro logístico na Póvoa de Varzim, vai abrir um centro de distribuição em Almeirim e tem 1.700 empregados. A chegada a região de Lisboa é vista por Juan Roig, presidente da Mercadona, como estratégica para o crescimento da marca em Portugal. A Mercadona entrou em Portugal pelo norte, em 2016, e tem descido geograficamente com a abertura de várias lojas.

Mesmo tendo fechado com um resultado líquido negativo de 82,96 milhões de euros, a Mercadona, segundo o jornal El País, faturou 186 milhões de euros. Até ao fim do ano vão ser abertos mais cinco espaços em Matosinhos, Valongo, Vila do Conde, Felgueiras e Santa Maria da Feira. Em plena crise pandémica, a empresa de retalho espanhola conseguiu criar 800 novos postos de trabalho. Os escritórios da marca em Vila Nova de Gaia anunciaram em comunicado que pagaram 32 milhões de euros em impostos.

Estes números, revelados após uma injeção de 400 milhões de euros, não travam a expansão em Portugal. O vizinho ibérico foi primeiro país onde entraram.

Noticias Relacionadas