António Costa e Pedro Sánchez apoiam candidatura de Lula da Silva

No vídeo de apoio, Costa declara que o mundo precisa de um Brasil forte

Comparte el artículo:

O primeiro-ministro António Costa anunciou, em vídeo, o seu apoio pessoal à candidatura de Lula da Silva. No vídeo, divulgado pelo PT, Costa falou não como primeiro-ministro, mas como secretário-geral do PS. Costa na curta mensagem reforçou que o apoio não é prestado como primeiro-ministro e não pretende interferir de nenhuma forma nas futuras eleições no Brasil. Este apoio foi divulgado na página de Luiz Inácio Lula da Silva na rede social Twitter.

O apoio do primeiro-ministro português foi expresso dois dias depois de Roberto Jefferson (antigo deputado e apoiante de Bolsonaro) ter aberto fogo contra a polícia. «O mundo precisa de um Brasil forte, um Brasil que participe das grandes causas da humanidade, mas que combata a desigualdade, na luta pela saúde, para enfrentar as alterações climáticas. O Brasil e o mundo precisam de Lula da Silva. Lula conte comigo», disse o socialista que acredita que Lula é o homem certo para mudar a atual situação do Brasil.

António Costa pretende que após o dia 30 de outubro as relações entre os dois países melhorem. Este apoio já foi agradecido pelo candidato, que no Twitter deixou expresso esperar «que as relações entre nossos países se fortaleçam, em benefício dos brasileiros e portugueses». A eurodeputada Ana Gomes elogiou António Costa pelo apoio prestado a Lula da Silva.

Nas últimas sondagens, Lula aparece cinco pontos à frente de seu adversário, o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro. Até ao momento, o único partido português a apresentar algum tipo de apoio a Bolsonaro foi o Chega. André Ventura e Flávio Bolsonaro têm uma relação cordial.

Também o presidente do Governo de Espanha mostrou o seu apoio:

Noticias Relacionadas

Símbolos da JMJ em Sesimbra

Os símbolos da Jornada Mundial da Juventude, que vai acontecer no próximo ano no país, estiveram presentes na Paróquia do Castelo de Sesimbra. A presença