Alunos de escolas do norte de Portugal e da Galiza rompem fronteiras através da arte

Projeto "Meninos Cantores" lança disco com músicas galaico-portuguesas

Comparte el artículo:

Compartir en facebook
Compartir en twitter
Compartir en linkedin
Compartir en whatsapp
Compartir en telegram
Compartir en email

O projeto «Meninos Cantores», que juntou 500 alunos de 17 escolas do Norte de Portugal e da Galiza, gravaram um disco com músicas tradicionais da eurorregião. Este trabalho vai servir para apoiar a candidatura luso-espanhola da Associação Cultural e Pedagógica Ponte…nas Ondas! ao Registo de Boas Práticas com o Património Cultural Imaterial da UNESCO. A associação, que existe há 25 anos, tem trabalhado para a preservação do património comum à Galiza e a Portugal

Este disco, que conta com 18 músicas, é fruto da segunda edição de uma ideia que pretende aproximar crianças e jovens das suas raízes e tradições. Estas não se esbatem com a fronteira. A iniciativa «Meninos Cantores» também resultou num documentário e num livro. Este inclui textos da escritora galega Rosa Aneiros e do português Marco Neves. Para além disto, também oferece referências ao património cultural de cada um dos municípios.

Os «Meninos Cantores» juntaram-se pela primeira vez em 2005. As 17 escolas, localizadas entre Vigo e o Porto, apresentaram neste disco um repertório que coloca em diálogo as duas regiões fronteiriças. Os participantes neste projeto para além de pesquisarem o património musical galaico-português também procuraram vocabulário para elaborar um pequeno glossário.

Cada uma das escolas que fazem parte deste projeto foi apadrinhada por um músico. Estes são: Pancho Alvarez (Tui), A Roda (As Neves), Luzia Pérez (O Rosal), Zaraida de Maskarpone (Verín), António Zambujo (Montalegre), Augusto Canário (Valença e Viana do Castelo), Sons do Minho (Monção) Daniel Pereira (Melgaço), Vozes da Rádio (Chaves), Quarteto Caramuxo (Salvaterra), Andrea Pousa (Tomiño), Jaime Alvarez (Caminha), Luís Caruncho (A Guarda), Castriño de Rebordechán (Crecente), Uxía (Salceda de Caselas) e Cândido Miranda (Vilanova da Cerveira).

Noticias Relacionadas