Con el patrocinio de:

Grupo Primavera reúne empresas luso-espanholas e pretende ser referência no mercado ibérico

Primavera vai actuar junto das PME's para ajudar a impulsionar gestão da cloud na península Ibérica

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A Primavera, que foi comprada pela britânica Oakley Capital Investments, juntou-se a espanhola Ekon (e mais cinco empresas) para criar um novo grupo ibérico tecnológico que vai actuar junto das PME’s (PYMES) com o objectivo de se tornar numa referência no mercado ibérico, onde pretendem ter mais de 55 mil clientes e um volume de negócios de 60 milhões de euros. No comunicado emitido pelo Grupo Primavera BSS, que contará com 600 trabalhadores, é especificado que serão «o maior fornecedor de software independente».

Este novo grupo pretende acelerar a implementação das soluções de cloud (sinónimo de eficácia), que ainda estão muito atrás na península Ibérica. Para além da cloud também trabalham com sistemas ERP (Enterprise Resource Planning).

A Primavera, a software house que foi criada por José Dionísio e Jorge Batista em 1993 e trabalha tanto no mercado português como em alguns dos países africanos de língua oficial portuguesa. Esta aquisição é vista como uma forma de começar também a negociar em Espanha, que tem um valor cinco vezes maior do que o português. O Grupo Primavera BSS será liderado por Santiago Solanas, que assume como «objectivo ser o maior player ibérico de soluções de gestão na cloud, oferecendo soluções diferenciadoras e que criem valor».

Estas soluções apresentadas serão diferenciadas consoante o tipo de empresa qual o quão estarão a trabalhar, garantindo um futuro mais tecnológico e inovador. A curto prazo o objectivo dos fundadores da Primavera, que vão continuar ligados a este projecto, é tornar o grupo no maior fabricante ibérico de software.

Noticias Relacionadas

Deja un comentario