Portugal candidata “Listen” e “Ordem Moral” aos Goya

Os maiores prémios do cinema hispânico abriram-se aos candidatos de língua portuguesa em 2011

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A Academia Portuguesa de Cinema (APC) anunciou que “Listen” e “Ordem Moral” serão os candidatos portugueses aos prémios Goya, a principal distinção de cinema dada em Espanha. Estas duas películas são sucessoras de “Mosquito” e “Vitalina Varela”, os candidatos portugueses do ano passado às categorias de melhor filme europeu e melhor filme ibero-americano. Em 2016, o “Cartas da Guerra”, inspirado pelas cartas que o escritor António Lobo Antunes mandou a mulher durante a Guerra Colonial, foi o representante português na categoria que distingue o filme do ano na ibero-americana.

Como candidato ao prémio de melhor filme ibero-americano (categoria ao qual também concorreu nos prémios atribuídos pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas do México), Portugal apresenta “Ordem Moral”. Este conta a história de Maria Adelaide Coelho da Cunha, herdeira e antiga proprietária, há cem anos, do conhecido jornal Diário de Notícias. Em 1918, período em que as mulheres não eram empresárias nem se podiam separar, Maria abandonou o marido e toda a família para viver com o motorista, um homem mais novo e pobre. Como represália foi dada como louca e  internada de uma forma compulsória depois de ter sido vista por uma junta composta por nomes como Egas Moniz e Júlio de Matos. Maria Adelaide defendeu-se das acusações de loucura escrevendo crónicas onde relatava a sua história para o jornal A Capital, rival do periódico da família.     

A escolha portuguesa para candidato a melhor filme europeu é “Listen”, obra que retrata a história de uma família de emigrantes portugueses em Londres a quem é retirada a guarda dos filhos, por suspeitas de maus-tratos. A narrativa acompanha os esforços da família em provar que nunca fizeram mal aos filhos. Esta co-produção luso-britânica venceu seis prémios no Festival de Veneza e chegou a ser o candidato português aos Óscares mas tal candidatura não pode avançar pois esta é uma obra falada maioritariamente em inglês. “Listen” já fez a sua estreia perante o público espanhol.

Desde 2011, com os 25 anos dos Goya, Portugal e o Brasil podem apresentar candidatos aos filmes do ano.

Noticias Relacionadas