Espanhol Português

O Consorci da Zona Franca de Barcelona (CZFB), em colaboração com o Institut Cerda, realizou um dia virtual no dia 20 para discutir aprofundadamente o papel da Formação Profissional no contexto da economia da informação e do conhecimento na Catalunha.

O Delegado Especial do Estado ao CZFB, Pere Navarro,tem sido responsável por acolher todos os oradores e participantes, e sublinhou que “após a chegada do covid-19, os processos de transformação para a nova economia aceleraram, criando, por sua vez, a necessidade de novos perfis profissionais”. Navarro insistiu que “agoraé mais necessário do que nunca criar parcerias para promover a formação profissional como alternativa de qualidade.”

A reunião teve uma conferência inaugural por Joan Clos,ex-autarca de Barcelona e ex-diretora executiva da ONU-Habitat, que se destacou “a rápida evolução do mundo do trabalho e a necessidade de fazer uma formação fora da caixa para proporcionar formação profissional e dotá-la dos recursos necessários para evitar perder competitividade para outros países europeus”.

A primeira sessão da manhã reuniu quatro especialistas no terreno para realizar uma exposição de boas práticas. Os oradores que partilharam as suas experiências têm sido Claudia Millán,Consultora De Estratégia Sénior no Institut Cerdá; Eduard Rodés,diretor do Transporte Europeu Escolar-Intermodal; Alex Salinas,diretor-adjunto do Instituto La Mercé; Guillem Salvans,gestor sénior de projetos da Fundação Bertelsmann; E José Luis Durán,diretor do Instituto Escuela del Trabajo.

Em seguida, realizou-se uma mesa redonda para abordar a eficiência das políticas ativas do mundo do trabalho em que Enric Sierra,Diretor Adjunto de La Vanguardiatem servido como moderador com especialistas como Júlio Mariano Carballo,diretor do quadro técnico da Secretaria-Geral da Formação Profissional; Sara Berbel,presidente executiva da Fundação de Formação Profissional bcn; E Héctor Santcovsky,Diretor de Desenvolvimento Social e Económico da Área Metropolitana de Barcelona.

Pere Navarro,delegado especial do Estado para o CZFB, também foi responsável pelo encerramento da reunião, colocando em valor “a utilidade destes espaços para analisar os desafios e oportunidades do palco pós-covíduo” e tem notado a importância de “colaboração público-privada e envolvimento das instituições no desenvolvimento da oferta necessária para atender às necessidades das empresas e melhorar a incorporação dos jovens no mercado de trabalho”.