A Feira ibérica de Turismo da Guarda procura maior participação espanhola

A sétima edição do FIT vai realizar-se nesta cidade portuguesa de 30 de abril a 3 de maio

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O FIT da Guarda nasceu em 2014 com vocação ibérica, visando ser uma plataforma onde o turismo de Espanha e Portugal pode encontrar visibilidade recíproca, criando entre elas novas redes de contacto. Os organizadores da FIT dedicaram os dias dos profissionais do FITUR 2020 a intensificar a colaboração com os territórios hispânicos com os quais já têm relação, tendo participado em edições anteriores da Feira Ibérica, como é o caso de Béjar, Guijuelo, a Mancomunidade da Sierra de Francia, a “Diputacón” de Salamanca, a Junta de Castilla y León ou a Diputación de A Coruña, entre outros.

Como salientou o diretor da FIT para Salamanca Al Día, Carlos Condesso, o objetivo destas reuniões é “reforçar a cooperação e a participação espanhola na feira, uma vez que é um mercado importante para Portugal, principalmente para a região Centro, na qual a Guarda está inserida”.

A Feira Ibérica de Turismo foi consolidada nas suas seis edições anteriores como plataforma de divulgação, aquisição e desenvolvimento de fluxos turísticos, principalmente nas regiões fronteiriças do interior peninsular. Os seus promotores consideram a Guarda um enclave geograficamente e culturalmente adequado para acolher uma feira com estes objetivos, uma vez que a cidade está localizada a meio caminho entre as duas capitais ibéricas, Lisboa e Madrid, inserida num espaço supranacional onde é concebida turismo como uma atividade económica decisiva para aliviar as consequências da interioridade.

O FIT 2020 terá lugar na Guarda (Portugal) de 30 de abril a 3 de maio.

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários

Deixe um comentário