Espanhol Português

Nesta terça-feira teve lugar a assinatura do convénio que vai marcar a cooperação entre o EL TRAPÉZIO e a Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI). O acordo prevê acções específicas voltadas para a cooperação entre as línguas espanhola e portuguesa em diversos campos, em particular no que se refere à promoção do bilinguismo e da interculturalidade. Neste sentido, está prevista a edição e o lançamento de cursos de intercompreensão espanhol-português, que irão melhorar o já publicado no canal de YouTube deste jornal.

Refira-se que a OEI estabeleceu, no seu Orçamento-Programa 2021-2022, o propósito de promover o bilinguismo internamente nas suas actividades (A OEI tem descrito no seu programa 2021-2022 o bilinguismo), que até a data têm um predomínio do espanhol. A ideia de intercompreensão facilita a expressão de todos na sua língua materna, podendo manter uma comunicação completa, desde que a compreensão da outra língua tenha sido estudada e trabalhada adequadamente.

A interculturalidade do espaço ibero-americano, a partir de uma base cultural compartilhada, é o valor que completa o acordo. Neste sentido, o EL TRAPÉZIO quer promover acções que valorizem o “ser ibero-americano” junto à população latino-americana residente em Portugal e Espanha.

Da parte da OEI esteve presente o secretário-geral, Mariano Jabonero, a directora-geral para o  Bilinguismo e Difusão da Língua Portuguesa, a Sra. Ana Paula Laborinho, a Técnica da Língua Portuguesa, a Sra. Mariana Migliari, além da Responsável pela Comunicação, a Sra. Eva Mateo.

Estiveram presentes, em representação do EL TRAPÉZIO, o seu administrador Carles Isern Bacàs, o redator associado Pablo Castro, o coordenador-geral Pablo González Velasco e Inácio Terrinca, que compareceu em representação da Plataforma Ibérica.

Durante o evento, Mariano Jabonero destacou a política de bilinguismo da OEI e a importância desses acordos possibilitarem “que a cooperação aconteça”. Ana Paula Laborinho declarou que “o protocolo que hoje se assina já tem conteúdos concretos”, e que “os trabalhos já começaram”, prevendo-se uma relação longa e frutuosa entre a OEI e o EL TRAPÉZIO.

Pela sua parte, Pablo Castro, em representação do EL TRAPÉZIO e da Plataforma Ibérica, sublinhou “a coragem da OEI em depositar a sua confiança numa jovem publicação, que tem o seu principal apoio nas organizações civis ibéricas, mostrando a sua vontade de alcançar os objectivos traçados”.