Espanhol Português

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Eurocidade Chaves-Verín, uma organização que agrupa os municípios de Verin na Espanha e Chaves em Portugal, vai representar o Programa de cooperação transfronteiriça INTERREG Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020 na exposição e na publicação especial com motivo da celebração dos 30 anos do INTERREG. A Eurocidade Chaves-Verín faz parte de uma seleção de 30 projetos do Programa de toda a Europa.

Em declarações para EL TRAPEZIO, Pablo Rivera, director executivo da Eurocidade Chaves-Verín, afirmou: “É importante e um exercício de lobby institucional para a recuperação económica das localidades transfronteiriças que já sofrem de males endémicos como a despopularão, a situação periférica, os custos do contexto transfronteiriço, a baixa natalidade, etc. Hoje a Eurocidade Chaves-Verin constitui-se como uma iniciativa bottom-up de referência para as fronteiras da União Europeia e representará o eixo Espanha-Portugal no aniversário de 30 anos do INTERREG”.

O INTERREG tornou-se o principal instrumento da União Europeia para apoiar a cooperação e criar confiança além-fronteiras. O objetivo é enfrentar desafios comuns e encontrar soluções partilhadas, seja nas áreas da saúde, investigação e educação, desemprego, transporte, energias sustentáveis ou mudanças climáticas, para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. É composto por 107 programas no total sendo o POCTEP um deles.

Manifesto das Eurocidades Ibéricas

O presidente da Eurocidade Chaves-Verín, AECT, Dr. Nuno Vaz, enviou uma carta, em nome das nove Eurocidades Ibericas aos ministros portugueses de Coesão Territorial, Negócios Estrangeiros, Administração Interna, e aos ministros espanhóis de Política Territorial y Función Pública, Asuntos Exteriores, UE y Cooperación e de Interior, bem como à comissária europeia de Coesão e Reformas, Dra. Elisa Ferreira, para dar a conhecer o manifesto e por conseguinte explanar as intenções dos presidentes das Eurocidades Ibéricas.