Espanhol Português

É já este fim-de-semana que o circo da F1 chega ao autódromo de Portimão (inaugurado há 12 anos), no Algarve. A região tinha muita expectativa por esta prova, que volta ao país 20 anos depois, mas a Covid veio trocar as voltas as expectativas dos hoteleiros. A lotação do autódromo foi reduzida e a zona do peão foi proibida pelas novas ordens da DGS.

As ruas da cidade estão animadas, a pesar do tempo mais chuvoso, para receber os amantes das provas de alta velocidade (isto pois a Moto GP também está quase a chegar).

Se vai deslocar-se para Portimão para desfrutar de algumas destas provas mas pretende conhecer um pouco mais da cidade, deixamos aqui um pequeno guia do que fazer.

Conheça um pouco mais de Portimão

A povoação de Portimão começou no Neolítico mas aquilo que hoje conhecemos como Vila Nova de Portimão nasceu das fundações de S. Lourenço da Barrosa, que no século XV foi povoada para contribuir na defesa da região contra os ataques de corsários. A Vila Nova passou a cidade de Portimão a 11 de Dezembro de 1924, na presidência de Manuel Teixeira Gomes.

Esta cidade, tal como o resto do Algarve, é um importante destino de férias. Com uma grande oferta de hotéis e restaurantes, o bom tempo (que é sempre muito agradável na região) convida a uma visita, com mergulho obrigatório, na Praia da Rocha. No rio Arade, que recebe a prova portuguesa do campeonato internacional de Fórmula 1 em motonáutica, é possível dedicar-se às diferentes actividades que o mar e o rio nos oferece.

Depois de relaxar na praia, o comércio local da cidade convida a um dia de compras. Nas lojas da Rua Diogo Tomé, que só pode ser percorrida a pé, pode adquirir sapatos, jóias e produtos de cerâmica e de vime.

Como sempre, as compras fazem abrir o apetite. Para comer uma sardinha do Algarve ou um belo robalo aconselhamos o restaurante Dona Barca ou a Casa Inglesa, onde pode provar o «doce fino», iguaria regional de origem árabe.

A Igreja da Nossa Senhora da Conceição, com a sua porta gótica do século XV; o Colégio dos Jesuítas, o maior templo do Algarve ou a medieval Fortaleza de Santa Catarina são alguns dos principais pontos históricos que deve ver.

Enquanto dá o seu passeio a pé junto ao rio, sempre alinhado com as verdes palmeiras e esculturas de artistas plásticos locais que relembram a ligação desta terra a água, pode ver a Ponte Ferroviária do Arade, datada do século XIX e construída com o ferro que sobrou da ponte D. Luís, no Porto (pela companhia de Gustave Eiffel).

Inspire-se, faça as malas e venha (mesmo no Outono) conhecer a bela cidade de Portimão.