Español Português

No dia da restauração da independência de Portugal, a 1 de Dezembro, António Costa iniciou uma viagem de dois dias a Espanha. Neste domingo, recebeu pessoalmente em Bilbao o prêmio Ramón Rubial da Fundação que leva o nome de quem era um líder histórico do PSOE, na clandestinidade e na democracia, em reconhecimento à sua “defesa dos valores socialistas”.

O primeiro-ministro português afirmou que “com um sentimento de profundo orgulho e com grande responsabilidade” recebe este prémio. Acrescentou que o interpreta como “um reconhecimento pelo que fizemos em Portugal”. Por fim, dedicou o prêmio a Felipe González e Mário Soares, “duas grandes figuras do socialismo na Península Ibérica”.

Hoje se reunirá com o seu compatriota António Guterres, secretário-geral da ONU, como parte da Cimeira do Clima de Madrid.

Nos eventos comemorativos da restauração da independência, Antonio Costa foi representado pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira. O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve presente no evento.