Ruas coloridas começam a tomar conta da capital portuguesa

Mais esplanadas e menos carros por causa da Covid-19

Comparte el artículo:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Depois de Cascais, Lisboa começa a ver as suas ruas a ganharem novas e garridas cores. Primeiro foi a conhecida rua Rosa, no Cais do Sodré. Dez anos depois desta intervenção, cerca de outras 100 vão receber novas cores e mais espaço para os transeuntes. Mais esplanadas, espaços pedonais e ciclovias pop up são o objectivo da autarquia com a criação do projecto «A Rua É Sua», que está a dividir opiniões e a chamar atenções. Lisboa aos lisboetas começa a ser uma realidade. O Chiado, Benfica e Belém vão ser alguns dos locais que vão ver as suas ruas alteradas.

O terreno começa a ser conquistado aos carros através de pinturas no chão com uma gama de cores que vai do azul ao verde, sem esquecer o rosa. Para além de contribuir para um aumento dos espaços, o que ajuda ao distanciamento social, os especialistas defendem que pintar o alcatrão faz com que as estradas fiquem menos quentes. Estas pinturas começam a chamar a todos os transeuntes que por lá passam e aproveitam para tirar as fotos da praxe em frente dos comerciantes que aguardam por novos clientes.

Mais ciclovias e menos carros

Uma cidade mais verde é o objectivo e como tal os peões terão direito a mais 70kms de ciclovias e 400 esplanadas alargadas (que ocuparam lugares de estacionamento) e prontas a recebe-lo para uma bebida enquanto aprecia o pôr-do-sol de tons alaranjados. Mais cor, menos carros e transportes públicos mais eficientes vão ser a realidade numa readaptação local ao quotidiano pós-pandémico.

Noticias Relacionadas

Como chegámos a uma «Tempestade Perfeita»?

O que é uma «Tempestade Perfeita»? Normalmente quando utilizamos esta expressão estamos a descrever um fenómeno meteorológico que foi criado graças a confluência de vários

Deixe um comentário