Espanhol Português

A Eurocidadão do Guadiana, através do projecto EuroGuadiana 2020, trabalha para melhorar o governo e a coordenação entre os três municípios que a integram (Aiamonte, Castro Marim e Vila Real de Santo António). A entidade de cooperação transfronteiriça pretende oferecer uma gestão coordenada que permite melhorar os serviços oferecidos aos cidadãos dos três municípios e o acesso que os cidadãos podem ter aos diversos serviços através de um cartão electrónico.

A oferta de recursos públicos e privados está a ser mapeada e organizada através de guias de serviços que incluem todo o território da Eurocidade e vai: desde instalações desportivas, bibliotecas, clínicas de saúde, centros comerciais e de lazer ou transportes. Pretende-se que este cartão facilite o acesso a estes serviços e que ofereçam um suporte a eventos culturais com “uma rota transfronteiriça”.

Numa versão anterior, o cartão de eurocidadão era físico e servia para ter descontos em estabelecimentos de lazer e tempos livres, assim como numa grande parte dos locais de saúde existentes nos três municípios. A versão actualizada deste cartão será num formato digital e está associado a uma aplicação móvel, o que poderá oferecer alguns serviços tanto para residentes como pessoas em passagem.

Através da participação da Eurocidade da Guadiana em redes de cooperação como a RIET ou a Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças, colocaram em marcha propostas similares ao cartão do eurocidadão que estão a ser trabalhadas de forma paralela em várias Eurocidades. O trabalho será feito em coordenação umas com as outras para que se possam oferecer soluções mais completas de uma forma conjunta.

Entre as propostas da Eurocidade do Guadiana estão os cartões de eurocidadão que podem facilitar a mobilidade transfronteiriça em caso de um novo encerramento de fronteiras, seja devido a Covid-19 ou a outros problemas que possam ocorrer no futuro. Como Laboratório Europeu de Governação Transfronteiriça, EuroGuadiana 2020, segue trabalhando em oferecer soluções a problemas comuns da população dos três municípios, além de contribuir para o desenvolvimento conjunto para que unidos os três municípios sejam mais fortes.

Ligação fluvial entre Ayamonte e Portugal retomada quatro meses depois

A ligação fluvial por ferry através do rio Guadiana entre Ayamonte (Huelva, Espanha) e Vila Real de Santo António (Portugal) foi retomada este fim de semana uma vez ultrapassados os atrasos administrativos que impediram o seu início a 1 de julho, dia da abertura de fronteiras entre ambos países.

O serviço de ferry foi suspenso no passado mês de março devido à crise do coronavírus, recuperando a sua atividade com o horário habitual quatro meses depois, segundo informou a Câmara de Ayamonte. Desta forma, o serviço volta a estar operativo de forma diária das 9 às 19, hora portuguesa.